Cabeleireiro

O cabeleireiro é o profissional responsável pelo cuidado, beleza e vitalidade dos cabelos de seus clientes. Para tal, utiliza de produtos, utensílios e técnicas específicas: escovas, cremes, tinturas, químicas, e é claro, a tesoura! Este profissional cuida para que os cabelos estejam no tamanho e estética ideais para cada tipo de pessoa, primando sempre pelo melhor resultado que agrade o cliente.

Cabeleireiro

 

Atribuições profissionais do Cabeleireiro:

- Cortar, aparar, raspar, cabelos
- Colorir, descolorir
- Tratar, hidratar, utilizando cremes especiais, de acordo com o tipo de cabelo do cliente e do tipo de problema ou condição que apresentar
- Alisar cabelos crespos e ondulados
- Realizar "permanentes", procedimentos que visam ondular os fios
- Penteados, escovas, penteados de festa e comemorações
- Lavar e secar cabelos
- Fazer reflexos, mechas, luzes

Formação do Profissional:

Esta profissão não exige um curso de formação para que o profissional atue na área. Em muitos casos, o cabeleireiro se forma diretamente no exercício e prática da profissão, ou aprendendo com outro profissional que já trabalha na área. Entretanto, isso não diminui a necessidade deste profissional estar se atualizando constantemente, tanto para oferecer serviços diferenciados para os seus clientes, como também para trabalhar em determinados salões, que só admitem profissionais que possuam algum curso profissionalizante. Tal tipo de curso, normalmente dura em média um ano, e ensinam noções técnicas das principais atribuições do cabeleireiro, expostas acima. Cursos de atualização/qualificação/livres são essenciais para que este profissional esteja sempre em dia com as tendências desta área, ampliando conhecimentos e o leque de serviços oferecidos.

Quais características são necessárias para esta profissão?

- Um bom senso estético é essencial
- Interesse por moda e estética
- Boa visão
- Coordenação e habilidade para lidar com tesouras, navalhas e outros objetos pontiagudos/cortantes que possam ser utilizados para realizar cortes e penteados
- Ser detalhista
- Capacidade de comunicação, ao interagir com o cliente é necessário se compreender exatamente o que ele deseja
- Higiene e organização do ambiente e utensílios de trabalho
- Buscar manter-se atualizado na área com as novas modas e tendências

O Mercado de Trabalho:

Em muitos casos, o cabeleireiro atua como autônomo, muitas vezes trabalhando em um espaço específico em suas próprias casas, ou mesmo atendendo os clientes à domicílio. Mas a grande parte desses profissionais atua em salões de beleza, seja abrindo seu próprio salão, ou trabalhando no salão de outros profissionais. Sendo assim, o mercado de trabalho é exclusivamente do setor privado. É uma área muito competitiva, em que se destaca o profissional com diferenciais de serviços e atendimento.Tanto por isso que cresce muito a oferta de salões de beleza que oferecem vários serviços estéticos em um só lugar: cabeleireiro, manicure, maquiador, esteticista, designer de sobrancelhas, etc. Tal tipo de empreendimento, se bem administrado e organizado, tende a atrair e fidelizar os clientes, pois fornece vários serviços em um só lugar. Trabalhar em salão também apresenta uma opção mais segura de remuneração que o trabalho autônomo, pois neste último o profissional depende de uma alta frequência de clientes para conseguir lucro. Algumas especialidades em alta para cabeleireiros são as técnicas de alisamento e relaxamento de fios crespos e ondulados,  a de coloração (Colorimetria Capilar) e Visagismo (uma tendência recente). O mercado de trabalho nesta área se define pela apresentação de diferenciais de serviços e constante atualização do profissional.

Faixa Salarial:

A remuneração deste profissional é muito variável, dependendo se atua de forma autônoma ou se possui vínculo empregatício com algum salão, ou ainda, se é empresário (dono de um salão, com funcionários). O profissional que trabalha em salão pode ter salário fixo ou ser comissionado. No caso do autônomo, por ser ele o próprio patrão de si mesmo, é ele quem define os valores que irá praticar, e o rendimento dependerá do número de clientes que atender. Portanto, não há uma faixa salarial fixa para este profissional.

Em geral, quem inicia na área pode receber, em média, dois salários e meio. Profissionais mais experientes, podem receber de R$ 3.000,00 a R$ 8.000,00 ou mais, dependendo do local que trabalham (se salões menores, salões de luxo, spas, etc) e do número de clientes que atendem.

Cursos indicados para esta profissão: