mulher no celular e notebook trabalhando com marketing de afiliados

Marketing de Afiliados: O que é e Como Começar? O que você deve saber? Entenda aqui!

O mundo do marketing digital está em constante evolução, e uma das estratégias que vem ganhando destaque nos últimos anos é o marketing de afiliados. Mas afinal, o que é marketing de afiliados e como você pode começar a explorar esse modelo de negócio?

Embora o marketing de afiliados tenha se popularizado com a venda de cursos, na verdade essa é uma grande oportunidade de empreendedorismo online. Isso porque, por meio desses produtos você consegue alcançar um grande número de pessoas interessadas nas soluções que você oferece, sem que você precise desenvolver nenhum produto. Apenas usando os produtos já criados por outras pessoas.

Ou seja, você poderá desenvolver um site sobre um assunto específico, como emagrecimento, por exemplo, e vender diversos produtos de afiliados para o mesmo público, criando uma esteira para que seus clientes sempre voltem.

Confira a seguir o que é marketing de afiliados e como começar a investir nesse negócio online!

O que é marketing de afiliados?

O marketing de afiliados pode ser resumido como um processo de vendas online de produtos criados por terceiros. Ou seja, você se torna um vendedor de determinado produto e ganha uma comissão sobre o valor de cada produto vendido.

Pessoa digitando em notebook
O marketing de afiliados pode ser resumido como a venda de um produto produzido por terceiros no universo digital

Além dos famosos cursos, o marketing de afiliados também engloba produtos físicos como os encapsulados, ou produtos de departamentos, que você encontra em grandes sites de vendas que possuem esse tipo de programa.

Isso porque, embora possa parecer algo recente, o marketing de afiliados surgiu ainda na década de 90, quando a Amazon disponibilizou esse tipo de serviço para clientes que tinham interesse em trabalhar vendendo os produtos oferecidos pela loja.

Foi quando a empresa decidiu criar um banco de cadastro para que as pessoas pudessem trabalhar divulgando os produtos da plataforma, e ganhar comissão pela venda de cada um deles.

Quais os benefícios do marketing de afiliados?

Baixo investimento

Considerando que os produtos vendidos são produzidos e desenvolvidos por terceiros, você terá um investimento baixo para começar a faturar. Afinal, você precisará apenas desenvolver uma estratégia de marketing e cuidar das vendas.

Além disso, qualquer pessoa pode se tornar um afiliado, desde que tenha tempo livre para investir e estudar o negócio. Afinal, as exigências para se afiliar a produtos costumam ser bastante simples, ideal para quem deseja fazer uma renda extra mais rápida.

Liberdade de escolha

Ao trabalhar como afiliado, você escolhe qual o nicho que deseja atuar. Além dos infoprodutos, conhecidos como cursos, você também pode vender cosméticos, eletrônicos, produtos naturais etc.

acompanhando dados de campanhas
Faça uma pesquisa online para verificar quais são os melhores nichos e produtos para vender

Tudo depende do público para quem você deseja vender e sua especialização em determinada área. 

Vale lembrar que, embora você não precise ser um expert naquele nicho que você vende, é indicado que você tenha pelo menos o conhecimento básico. Caso você não saiba nada sobre o produto, tire um tempo para estudar e ler sobre esse universo.

Pode ser feito em qualquer lugar

Você pode trabalhar com marketing de afiliados de qualquer lugar, seja da sua casa, escritório e até mesmo durante uma viagem de negócios. Isso não somente garante conforto, mas autonomia para decidir quais horários e dias você deseja trabalhar.

A única exigência é ter um celular ou computador com acesso à internet para que você faça o trabalho.

A liberdade de escolha dos seus horários também permite que você tenha mais tempo para outras atividades, sejam elas de trabalho ou lazer.

Tipos de Marketing de Afiliados

O marketing de afiliados possui 6 opções para o vendedor:

  • Custo por clique: quando o vendedor recebe uma comissão por cada clique no anúncio do site ou blog;
  • Custo por ação: quando o vendedor recebe uma comissão por cada ação do prospecto, como cadastro no site da empresa, por exemplo;
  • Custo por mil impressões: quando o vendedor recebe uma comissão por cada 1000 impressões do banner da empresa, que pode ser colocado no blog ou rede social do afiliado;
  • Custo por Lead Válida: quando o vendedor recebe uma comissão quando o prospecto realiza uma ação que o valide como lead para a empresa;
  • Custo por formulário: quando o vendedor recebe uma comissão por cada CPF registrado no formulário da empresa;
  • Custo por venda: quando o vendedor recebe uma comissão por cada venda realizada;

O custo por venda é hoje uma das formas mais famosas de marketing de afiliados, e normalmente o produtor paga para o afiliado uma porcentagem fixa sobre o valor de cada produto.

Como começar no marketing de afiliados?

Escolha o tipo de programa e nicho

O primeiro passo é escolher o nicho e tipo de produto que você deseja vender, e então, escolher em qual site você deseja trabalhar: se você optar por produtos digitais, existem dezenas de opções de portais que trabalham com infoprodutos para afiliados.

Caso prefira os produtos físicos, algumas plataformas que você pode optar são a Amazon e Shopee, por exemplo.

Hotmart

A hotmart é a principal plataforma para quem deseja vender online, e é onde grande parte das empresas hospedam seus infoprodutos.

Uma das vantagens de optar por essa opção é que a hotmart conta com produtores que oferecem até 80% do valor do produto como comissão. Ou seja, se o produto tem um valor de R$500, você recebe R$400 por cada venda realizada.

Monetizze

Outro site bastante famoso para quem deseja começar a vender com marketing de afiliados é a Monetizze. Fundada em 2015, além de infoprodutos a empresa também oferece produtos físicos e é uma ótima opção para quem deseja mesclar a venda de produtos digitais e físicos.

A plataforma ainda permite que os afiliados escolham tipos diferentes de comissão, como por exemplo remunerações progressivas ou venda única.

Eduzz

O grande diferencial da Eduzz é a possibilidade de receber sua comissão a partir de 2 dias depois que a venda foi concretizada, dependendo do produto. Assim como as outras duas empresas, a Eduzz também trabalha com produtos digitais. 

Caso você queira vender produtos físicos, eles também oferecem algumas opções para os afiliados.

Escolha o produto para divulgar

Depois de escolher a plataforma e o nicho, é hora de escolher o produto. Nesta etapa, leve em conta o que está em alta no mercado e para quem você gostaria de vender. Isto é: o seu público-alvo.

mulher no notebook
Defina se o produto que você deseja vender é um produto digital ou físico

Nossa dica é que você faça um teste do produto escolhido antes de começar a vender para comprovar a qualidade e eficácia. Além de comprovar que aquele produto é confiável, você terá uma experiência valiosa de saber exatamente o que está vendendo e entender mais sobre as funcionalidades e benefícios.

Defina seu público

Seu público deve ser definido junto com a escolha do produto. Para isso, é importante que você crie uma audiência sólida para aplicar suas estratégias de marketing digital. Nossa dica, caso esteja começando agora, é escrever detalhadamente como seria o perfil de comprador ideal e aplicar suas estratégias pensando nessa pessoa.

Entenda quais canais ela usa, como você deve se comunicar com ela, quais são seus desejos, receios e medos e monte uma estratégia para educá-la a respeito do seu produto.

O ideal é que você colete os dados da audiência para formar a sua persona, mas caso esteja iniciando agora, você pode criar um cliente ideal e tê-lo como base.

Eduque a audiência com conteúdo de valor

Um dos maiores erros de quem deseja vender qualquer coisa online é acreditar que apenas ofertar o produto é o suficiente para vender. O primeiro passo para conquistar seu público é entregar conteúdo de valor.

Isso significa que você deve entregar conteúdos que de fato ajudem a sua audiência, e nem sempre estejam relacionados com a venda do seu produto em si.

Parece contraditório, mas a longo prazo, isso fará com que sua audiência crie um relacionamento sólido com você por meio de conteúdos que os eduquem e levem informações relevantes sobre o assunto. No final, eles estarão prontos para comprar o produto com mais facilidade.

icones de marketing digital saindo de um tablet
O seu conteúdo deve sempre entregar informações relevantes e úteis para sua persona

Lembre-se que esses conteúdos também precisam mostrar as funcionalidades, benefícios, como aquele produto deve ser usado, e tudo relacionado ao que você vende.

Por exemplo, se você vende um curso de empreendedorismo, fale mais sobre esse universo e mostre como ter o conhecimento certo faz com que a sua persona consiga alcançar o sucesso mais rapidamente.

Ofereça também materiais de apoio como e-books e webinar para mostrar quais as melhores estratégias, sempre oferecendo materiais gratuitos superficiais para estimular o desejo da pessoa em comprar seu produto mais avançado.

Você também pode criar um blog para publicar conteúdos de valor e atrair ainda mais pessoas por meio do SEO. Com isso, você consegue ranquear seu site de forma orgânica no Google e motores de busca, além de ser uma ótima forma de educar a sua audiência.

Tenha uma estratégia de conteúdo

Seu conteúdo deve ser sempre proposital, e nunca apenas para encher seu feed ou blog. Ele deve estar alinhado com as principais dúvidas da sua persona e contar com palavras-chave que vão ajudar no seu ranqueamento dentro do seu nicho.

Um dos principais erros de quem está iniciando no marketing é produzir conteúdo sem estratégia, o que acaba dificultando na hora de se comunicar com a audiência e no seu posicionamento online.

Invista em anúncios

Outra forma de conseguir vender mais é investindo em anúncios, especialmente quando você estiver iniciando e não contar com nenhuma base de leads nem de clientes formada. Porém, os anúncios não servem apenas para essa etapa: eles também são uma ótima forma de impulsionar as vendas por promoção.

Use técnicas de venda

As técnicas de venda são essenciais para o marketing de afiliados. Afinal, de nada adianta captar prospectos se você não souber criar uma oferta irresistível para seu público.

Ilustração gatilhos mentais
Use técnicas específicas para vendas, como os gatilhos mentais que ajudam seu prospecto a tomar a decisão de compra

Para isso, você precisa aprender sobre gatilhos mentais, como vencer objeções e como ofertar seu produto corretamente. 

Esse conhecimento fará com que sua taxa de conversão aumente, especialmente se você vender produtos em que você precise entrar em contato direto com seu cliente, por meio de ligações, por exemplo.

Esse conhecimento também será essencial para campanhas de marketing com anúncios da sua oferta. Quanto mais conhecimento sobre vendas você tiver, mais fácil será criar uma oferta que sua persona não saberá dizer não.

Agora que você aprendeu sobre marketing de afiliados e viu como esse tipo de negócio pode ser lucrativo, estude mais sobre o marketing digital para aplicá-lo em suas vendas. Isso porque, quanto mais alinhada estiver a sua estratégia, mais sucesso você terá com a venda de produtos digitais ou físicos.

Curso de Marketing Digital Online Grátis

O marketing digital surgiu nos últimos anos como uma estratégia dentro do marketing tradicional. Seu principal diferencial é utilizar os meios digitais que estão presentes no cotidiano da população mundial, para obter resultados mais significativos e aumentar o relacionamento e a comunicação com clientes e consumidores. Mídias sociais, blogs, websites, estão entre as principais plataformas utilizadas por este novo tipo de marketing.

Com o curso grátis de Marketing Digital da Prime Cursos em VIDEOAULAS, o aluno aprenderá:

  • Os benefícios do marketing digital;
  • As diferenças entre o marketing digital e o tradicional;
  • Como criar uma campanha atrativa;
  • Como escolher a melhor plataforma para divulgar seu negócio;
  • e mais!


Stories

Posts Recentes

  • Onde cai o valor do seguro-desemprego?
    Ao ser dispensado de um emprego sem justa causa (ou seja, sem ter cometido alguma falta grave), o trabalhador pode ter direito ao valor do seguro seguro-desemprego. Esse é um dos principais direitos trabalhistas estabelecidos pela legislação brasileira, com o propósito de oferecer suporte financeiro às pessoas que são pegas de surpresa com a demissão…
  • Pode juntar o tempo de duas empresas para receber o seguro-desemprego?
    O seguro-desemprego é um dos mais valiosos direitos trabalhistas que temos no Brasil. Trata-se de um benefício concedido aos trabalhadores que foram demitidos sem justa causa, e que atendem aos requisitos estabelecidos pela legislação responsável pelos direitos e condições de trabalho em nosso país.  O conhecimento acerca desse e outros direitos trabalhistas é essencial para…
  • Qual o valor máximo da parcela do seguro-desemprego?
    O seguro-desemprego representa um importante pilar da seguridade social, oferecendo assistência financeira temporária a trabalhadores que enfrentam o desafio do desemprego involuntário. Inserido no contexto dos Direitos Sociais da Constituição Federal, esse benefício, introduzido no Brasil em 1986, tem como propósito não apenas prover suporte financeiro durante o período de desemprego, mas também auxiliar na…
  • Qual é o valor do seguro-desemprego?
    Integrante fundamental da rede de proteção social, o seguro-desemprego é um benefício importante na vida dos trabalhadores, já que fornece suporte financeiro nos momentos de desemprego. Desde sua implementação, em 1986, esse sistema tem sido um importante instrumento para amenizar as consequências econômicas do desemprego, proporcionando uma transição mais suave para aqueles que enfrentam a…
  • Quem trabalha 4 meses tem direito a seguro-desemprego?
    O conhecimento acerca dos direitos trabalhistas é algo de suma importância para todo trabalhador, independente da sua categoria e área de atuação. Nesse contexto, saber como funciona o seguro-desemprego é essencial. Compreender como esse benefício funciona, quem tem direito a ele e como solicitá-lo, oferece diversas vantagens. Além de proporcionar uma fonte de renda temporária…
  • Quem tem direito a 5 parcelas de seguro?
    Se você foi dispensado do seu emprego sem ter cometido falta grave que leve à demissão por justa causa, pode ter o direito de acesso ao seguro-desemprego. Estamos falando de um dos mais importantes direitos trabalhistas do nosso país, estabelecido com o propósito de fornecer suporte financeiro a trabalhadores que se encontram desempregados. É dever…
  • Seguro-desemprego 2024: quem tem direito, como pedir e novas regras
    O seguro-desemprego é um benefício destinado principalmente aos profissionais empregados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que foram dispensados sem motivo justificado.  A demissão com justa causa ocorre devido a comportamento grave por parte do funcionário, permitindo ao empregador encerrar o contrato de trabalho. Mas, caso isso não tenha ocorrido,…
  • 10 Atividades complementares que podem transformar seu currículo
    A construção de um bom currículo profissional começa já na graduação, com as iniciativas e projetos com os quais os estudantes escolhem se envolver. Além das disciplinas da grade curricular, existem experiências que podem servir para  destacar o seu perfil profissiona, como é o caso das atividades complementares.  Se você está pensando em impulsionar o…
  • CNU – Concurso Público Nacional Unificado
    No dia 19 de janeiro, o Governo Federal abriu as inscrições para o Concurso Nacional Público Unificado, o CNU. A iniciativa, realizada pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), ficou conhecida popularmente como o “Enem dos concursos”, e tem gerado grande expectativa para trabalhadores de todo o Brasil que buscam uma oportunidade…
  • Qual a importância das horas complementares?
    Durante a graduação, sabemos que há muito mais coisas acontecendo além das aulas e dos prazos de trabalho a serem cumpridos. E é aí que entram as famosas horas complementares, aquelas atividades que muita gente faz só porque precisa, para corresponder aos requisitos da carga horária. Mas será que você tem dado o devido valor…
  • TOP 10 Cursos mais usados como horas complementares
    Em um cenário profissional cada vez mais competitivo, a busca por cursos que agreguem valor ao currículo tornou-se essencial. As horas complementares devem ser contabilizadas durante o período de graduação, como requisito para obter o diploma.  Assim, até se formar, o aluno acumula algumas experiências enriquecedoras que podem fazer toda a diferença para que ele…
  • Como conseguir 100 horas complementares rápido?
    Uma das muitas preocupações de quem faz faculdade é em relação à obtenção das horas complementares rápido, que correspondem a uma carga horária específica estabelecida por cada instituição de ensino.  Também chamadas de atividades complementares e ACCs (Atividade Complementar de Curso), elas têm o objetivo de fazer com que o estudante enriqueça seu currículo e…
  • Quais atividades contam como horas complementares?
    As atividades complementares são parte fundamental dos currículos acadêmicos, e desempenham um papel importante na formação de novos profissionais para o mercado de trabalho. Tratam-se de horas adicionais de atividades extracurriculares, que proporcionam aos estudantes oportunidades de aplicação prática dos conhecimentos adquiridos em sala de aula. Essa carga horária precisa ser cumprida antes do final…
  • Quantos meses é necessário para receber o seguro-desemprego?
    Quando alguém é demitido do seu emprego sem justa causa (ou seja, sem cometer alguma falta grave), essa pessoa pode adquirir acesso ao seguro-desemprego. Esse é um dos principais e mais vantajosos direitos trabalhistas previstos em lei, cuja finalidade é proporcionar apoio financeiro ao colaborador que se encontra desempregado.  Com a reforma trabalhista ocorrida no…
  • O que posso colocar em atividades complementares no currículo?
    Em qualquer currículo, é interessante reservar um espaço para acrescentar informações adicionais ou atividades complementares, que servem para agregar grande valor ao seu repertório profissional.  As atividades extracurriculares (também chamadas de Atividades Complementares de Curso – ACC) são um bom exemplo do tipo de informação que não deve faltar no seu currículo. Elas são como…

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.