O que é um Plano de Negócios e como elaborar um? Passo a passo completo

o que é um plano de negócios

O plano de negócios é caracterizado pela elaboração de estratégias que visam antecipar possíveis danos, criando técnicas para lidar com cada um deles. Porém, a principal dúvida dos interessados no assunto é como elaborar um plano de negócios eficiente para conseguir administrar situações adversas?

Apesar dos problemas serem comuns no meio corporativo, um plano de negócios pode amenizá-los e diminuir o impacto que cada um deles pode ter na empresa de forma geral. Isso porque, esta ferramenta lhe ajudará a compreender melhor o mercado, elaborar ações, e encontrar os melhores investidores, pensando sempre no bem-estar do empreendimento e evitando riscos que podem levar a problemas internos e financeiros.

Veja a seguir o que é um plano de negócios e como elaborá-lo de forma eficiente!

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios nada mais é que um conjunto de estratégias que irão desenvolver sua gestão, traçando metas e objetivos, além de ações preventivas para lidar com possíveis dificuldades. É por meio do plano que você consegue ter uma ideia mais ampla se suas metas e objetivos podem ser alcançadas ou se são inviáveis para o negócio inicial. 

o plano de negócios mostra ao empreendedor todos os ricos do investimento
o plano de negócios mostra ao empreendedor todos os ricos do investimento

Além disso, o plano de negócios auxilia o empreendedor a analisar fatores como:

  • estratégico;
  • mercadológico;
  • administrativo;
  • financeiro;
  • e operacional.

Isso significa que o plano de negócios serve para mapear o caminho que levará ao objetivo da empresa. Vale lembrar, porém, que essa estratégia não deve ser encarada como um apanhado de ideias e especulações, já que é uma ferramenta elaborada a partir de análises de mercado minuciosa que visa compreender, por meio de dados realistas, qual a melhor estratégia para o empreendimento.

Qual é a importância de um plano de negócios?

O objetivo principal do plano de negócio é compreender se a ideia e objetivos do empreendimento é viável, indicando os melhores caminhos, ajudando a identificar os problemas antes que o projeto saia do papel e orientando sobre questões técnicas indispensáveis para o funcionamento de uma empresa.

Além disso, o plano de negócios ainda traz consigo outros benefícios como:

  • elaboração de simulação de cenários favoráveis e não favoráveis, para que você esteja preparado para as adversidades;
  • conhecer quais seriam os possíveis problemas;
  • organização e alinhamento de informações entre sócios;
  • realização de um acompanhamento comparativo;
  • comparar o que foi previsto nele com o que está sendo realizado, tornando mais fácil a identificação e correção de desvios;
  • obtenção de financiamento;
  • facilita a apresentação de seu empreendimento, tornando mais fácil atrair investidores.

Por que criar um plano de negócios?  

O plano de negócios é conhecido por estudar a fundo o mercado que sua empresa será inserida e permite que você possa identificar todas as características do ramo que você deseja atuar.

Assim sua visão de crescimento a médio e longo prazo fica mais ampla e você consegue identificar os riscos com mais facilidade.

Porém, o plano de negócios não serve apenas para o início da sua gestão, já que é por meio dele que você garante que sua empresa continuará funcionando por pelo menos um ano após sua inauguração, tendo em vista que todos os gastos serão calculados para que você possa investir em um capital de giro, evitando uma falência durante esse período.

Como elaborar um plano de negócios: passo a passo

1- Sumário executivo

O primeiro passo para criar um plano de negócio é formular o sumário executivo, que nada mais é do que o resumo dos principais documentos, sendo uma breve contextualização das seções de um plano de negócios. É a partir dele que o empreendedor consegue ter uma visão geral da empresa e da sua viabilidade.

Nele deve constar:

  • descrição do seu empreendimento e o diferencial dele no mercado;
  • objetivos do seu negócio;
  • descrição do perfil dos empreendedores e dos funcionários – caso ainda esteja recrutando, isso irá te auxiliar nos processos seletivos;
  • quais serão os produtos, serviços e os principais benefícios;
  • qual será o público a ser atingido pelos seus produtos ou serviços;
  • localização – caso exista uma sede física;
  • qual será o investimento total;
  • forma jurídica.
  • enquadramento tributário.

Não há necessidade de um sumário executivo vasto, basta que ele seja claro e curto. Porém, é importante que ele transmita profissionalismo e seriedade para conquistar a confiança das pessoas interessadas em adquirir seus produtos ou serviços.

2- Análise de mercado

É nessa etapa que você identifica quais são os seus clientes e qual a concorrência na área que sua empresa atuará. Com essas informações fica mais fácil identificar os melhores fornecedores e qual será o seu diferencial para se destacar dos demais.

a pesquisa de mercado tem como objetivo analisar com está a venda dos produtos e serviços que você oferece
a pesquisa de mercado tem como objetivo analisar com está a venda dos produtos e serviços que você oferece

Por ser uma etapa importante para entender os principais pontos do ramo que você deseja atuar, é essencial que você fique atento a três pontos extremamente importantes para uma análise de mercado eficaz.

Segmentação do público

Essa é uma das etapas mais importantes do seu negócio, já que é nela que você segmenta qual tipo de público você deseja atingir com seus produtos e serviços. Para isso você deverá fazer uma pesquisa de persona para conhecer melhor quais são os hábitos de compra, hobbies, interesses e quais as dores que seu produto ou serviços podem resolver. 

A partir dessas informações fica muito mais simples desenvolver ações de marketing voltadas para esse tipo específico, resultando em um alcance maior de clientes em potencial.

Isso não somente aumenta as chances de conseguir mais clientes como também evita que a equipe perca tempo com pessoas que não estão interessadas no seu tipo de serviço.

Uma dica para conseguir segmentar seu público de uma forma mais eficiente é fazer as seguintes perguntas:

  • Os clientes que desejo alcançar são pessoa física ou jurídica?
  • Quais são a faixa etária, gênero, escolaridade e estado civil?
  • Com que frequência eles costumam comprar o meu tipo de produto ou serviço?
  • Onde compram? Online ou loja física?
  • O que os leva a procurar por esse produto ou serviço?

Análise da concorrência

Analisar a concorrência lhe permite identificar quais estratégias estão sendo usadas e qual a melhor forma de abordar o seu cliente em potencial. Além disso, ainda lhe permite identificar o que você não deve fazer dentro do seu negócio, a fim de evitar problemas de gestão.

é importante analisar a concorrência e conhecer as outras empresas que atuam no mesmo nicho que a sua
é importante analisar a concorrência e conhecer as outras empresas que atuam no mesmo nicho que a sua

Na hora de fazer essa análise você deve identificar quais os pontos fracos e fortes de cada um deles e comparar com seu planejamento do negócio. Para isso, responda às seguintes perguntas:

  • Qual é a qualidade do produto ou serviço dos meus concorrentes?
  • Como está o preço?
  • Como é o atendimento?
  • Quais são as condições de pagamento que eles oferecem?
  • Qual o horário de funcionamento ou atendimento?
  • Existem serviços de entrega?
  • O serviço de atendimento ao cliente é feito online?
  • Quais são os descontos?
  • O que faz com que clientes comprem com eles?
  • O que faz com que clientes deixem de comprar de você para comprar com eles?
  • Qual é o diferencial do seu negócio comparado com o negócio da concorrência?
  • O que fará com que os clientes comprem comigo e não com os concorrentes?

Análise de fornecedores

A última etapa da análise de mercado é a pesquisa de fornecedores. Esse grupo será o responsável por disponibilizar a matéria prima como equipamentos e produtos, e outros itens necessários para a operação de seu empreendimento. 

Isso significa que os fornecedores estão diretamente ligados à qualidade de seus produtos e serviços, sendo fundamental que ofereçam boas mercadorias.

Neste tópico, considere as seguintes perguntas:

  • O que eu preciso e quem são os fornecedores?
  • Quais fornecedores estão oferecendo o melhor preço e condições de pagamento?
  • Quais são as quantidades mínimas de pedido para cada um deles e como isso se enquadra no meu plano?
  • Qual é o prazo de entrega?
  • Onde os fornecedores estão localizados?

3- Planejamento de marketing

O plano de marketing é importante para atrair pessoas interessadas em seu produto ou serviço, transformando-as em clientes, e é por meio dele que você consegue alcançar uma gama de clientes cada vez maior.

Porém, para que as estratégias tenham resultados, elas devem ser segmentadas e atingir o público ideal que se interessa por aquilo que você vende.

é a partir do plano de negócios que a equipe de marketing constrói estratégias para alcançar as metas

Algumas ações de marketing que podem lhe auxiliar a atrair mais clientes e fidelizar aqueles que você já conseguiu são:

  • garantir a qualidade de seus produtos ou serviços;
  • garantir que os preços cobrados condizem com a qualidade;
  • garantir o suporte adequado no pós-venda;
  • interagir com o público nos perfis nas redes sociais da empresa;
  • gerar empatia;
  • oferecer conteúdos de valor para os clientes em potencial;
  • ajudar a sanar as dúvidas e problemas da persona e mostrar como seu produto pode ajudar a resolver essas questões.

4- Planejamento operacional

O planejamento operacional define a forma de funcionamento do seu negócio, indicando o que é necessário para adquirir seus produtos e serviços, além de estabelecer o número de vendas em um determinado período.

Ou seja, é nesta etapa que você define se o cliente deve ir até a empresa para comprar algum produto, se pode comprar pelo site, qual a logística da entrega, se a empresa trabalhará com delivery etc.

Para isso, é necessário que você considere os seguintes pontos:

  • tempo necessário para a realização do processo de venda ou prestação de serviço;
  • quantidade e qualificação dos funcionários;
  • produtividade dos equipamentos e materiais necessários;
  • capacidade de distribuição e armazenamento;
  • disponibilidade e prazos dos fornecedores.

Em seguida, estabeleça cargos dentro de sua empresa e quais colaboradores serão responsáveis por cada um deles e elabore estratégias de marketing visando atingir o objetivo de vendas para aquele período.

5- Planejamento financeiro

O primeiro passo ao realizar seu planejamento financeiro é colocar na ponta do lápis todos custos que você terá com itens indispensáveis para o andamento da empresa, tais como:

  • matéria prima;
  • mão de obra;
  • fornecedores;
  • equipamentos;
  • aluguel ou compra de um estabelecimento físico;
  • domínios e hospedagem de lojas online;
  • marketing;
  • decoração e investimento de uma mobília confortável, (caso seu negócio tenha uma sede física).

A partir disso você saberá o valor do investimento total do negócio, mas ainda é necessário dividir os gastos em mais 3 tópicos:

1- Investimentos fixos

Os investimentos fixos são aquelas despesas essenciais para que a empresa continue funcionamento, mesmo que não venda nenhum produto durante o mês, como:

  • salários;
  • aluguéis;
  • internet;
  • contas de água e luz.

2-  Capital de giro

O capital de giro é a diferença entre o ativo e passivo circulantes dentro da empresa. Isto é, é uma medida preventiva que calcula se uma empresa possui ativos líquidos, ou seja, dinheiro, para pagar suas contas que vencerão em um ano.

o capital de giro é uma segurança de que a empresa conseguirá sobreviver mesmo sem clientes
o capital de giro é uma segurança de que a empresa conseguirá sobreviver mesmo sem clientes

É ele quem determina quais os valores disponíveis para que a empresa consiga arcar com os custos fixos e ainda assim fazer novos investimentos mesmo diante de possíveis problemas de inadimplência de clientes ou até mesmo queda das vendas.

3- Investimentos pré-operacionais

Esses são todos os gastos anteriores ao início das atividades de seu empreendimento como:

  • adequação do imável de acordo com a funcionalidade de sua empresa;
  • pagamento de taxas municipais;
  • hospedagem de sites.

É importante ressaltar que o plano financeiro trata-se de uma estimativa de valores, não necessariamente valores exatos. Entretanto, é preciso estar o mais próximo possível dos valores reais para evitar riscos de prejuízos logo no início do negócio.

Depois de ver o que é um plano de negócios e o passo a passo completo para elaborar um, não deixe de seguir nossas dicas na hora de planejar o seu empreendimento. Fazendo um bom plano suas chances de sucesso aumentam e você evita possíveis prejuízos ligados tanto à parte financeira, como a parte logística da sua empresa.

Curso de Plano de Negócios Online Grátis

Não há regra ou padrão para desenvolver um plano de negócios, mas o importante é que ele contenha as principais informações sobre a sua empresa e as atividades que deverão ser desenvolvidas.

Com o Curso de Plano de Negócios da Prime Cursos do Brasil, o aluno aprenderá Como elaborar um plano de negócios, Como conhecer o mercado, Dicas de Marketing, Planejamento financeiro dentre outros.

Confira o conteúdo programático: Introdução, Objetivos do Plano de Negócios, Informações Importantes, Setor de Atividade e Forma Jurídica, Marketing, Conhecendo o Mercado, Planejamento Financeiro, Parte Operacional, O Plano de Negócios, Modelo de Plano de Negócios e Bibliografia/Links recomendados.

Aproveite e comece agora na Prime o seu Curso de Plano de Negócios 100% Gratuito!

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui