4 dicas para lidar com pessoas “chatas” no trabalho

Nem sempre temos a sorte de ter apenas colegas legais no trabalho. É comum encontrar pessoas que até pedem a conta por causa de algum colega. Porém é desde cedo que já aprendemos a lidar com pessoas chatas, negativas ou inconvenientes: na escola, na família, no condomínio ou na vizinhança. Isso é muito comum, e provavelmente ainda iremos conhecer muitas pessoas com alguma característica que não gostamos muito.

E o que fazemos quando isso acontece? Nos afastamos automaticamente. Porém essa técnica não funciona muito bem no ambiente de trabalho, já que nem sempre é possível evitar o contato com a outra pessoa. Para não criar um ambiente desagradável, o ideal é aprender a lidar com a situação. Mas qual seria a maneira correta? É sobre isso que iremos falar no artigo de hoje! Veja abaixo algumas dicas:

1 – Antes de tudo, é muito importante fazer uma análise profunda sobre o que mais incomoda naquela pessoa. Você teve algum problema com ela? Ela falou algo não muito legal para você? Ou é apenas uma característica que a pessoa tem e que você não gosta? Lembre-se sempre: “aquilo que te incomoda nos outros tem muito a dizer sobre você”.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

2 – Após fazer a análise, jamais fale sobre os defeitos com a própria pessoa ou com outros colegas. Por mais que a pessoa seja chata ou tenha algum outro defeito que incomode, guarde para si. Compartilhe apenas aquilo que possui potencial de melhoria, como os pontos positivos encontrados, por exemplo. Saiba que elogiar, como a técnica do reforço positivo, é muito mais eficiente do que a crítica.

-> Técnica do reforço positivo é a adição de um estímulo de reforço na sequência de um comportamento, como por exemplo um elogio após um trabalho ser concluído.

3 – Como falamos no início do artigo, nossa reação automática é de se afastar quando não gostamos de alguma pessoa. Já que no trabalho a “fuga” se torna inviável, o ideal é tratar a pessoa de forma educada, mas sem criar muito contato. Para isso, evite conversas de assuntos pessoais e foque apenas no trabalho. Seja gentil, mas sem exagerar. Trate todos de forma igual: com gentileza, respeito e cooperativismo!

4 – Por fim, nunca desanime ou fique triste com alguma pessoa ou situação. Não importa as características das outras pessoas, foque no seu trabalho e se concentre em você. Afinal, só existe uma pessoa com capacidade de alterar o seu humor: você mesmo! O mais importante é que você pode decidir como lidar internamente com os acontecimentos do dia. Se algo ruim aconteceu, tente ignorar e pensar no lado positivo. Jamais deixe que o comportamento de outra pessoa tire a sua paz!

Veja abaixo um vídeo interessante sobre o assunto:

Para finalizar, saiba que, ninguém decide ser chato. Muitas vezes a pessoa que você considera “desagradável”, nem sabe disso. Por isso, lembre-se de que você também pode ser considerado chato para alguém e nem imagina. Não julgue alguém sem tentar compreender essa pessoa!

Gostou do artigo de hoje? Esperamos que sim!

Deixe o seu comentário!

Prime Cursos

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

125 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia
    Muito bom eu tenho este problema,e difícil lida com a situação.mas com este artigo vou praticar. E conviver sem causa constrangimento á terceiro

    Obrigado.

    • Gostei demais,porquê? Na realidade acontece mesmo isso dentro de um ambiente de tarabalho,nos não somos perfeitos é só saber lidar com outrem.;realmente olhar para dentro de nós mesmos.

      • Aquilo que eu vejo nos outros é reflexo do meu pensamento,por isso sempre tento me corrigir e ver somente o lado bom das pessoas .Gostei demais do artigo.

    • carlos agosto 2017. Boa tarde, não julgar alguém sem primeiro entende-lo, é não ter consciência que todos nós somos imperfeitos o bom é ter boas qualidades para poder superar as más.

    • Bom dia
      Creio que esta questão seja comum nos ambientes de trabalho,pois concentram pessoas de varias culturas e nem sempre comungam do mesmo objetivo.Dicas como esta fazem com que a gente troque os papeis,gerando uma reflexão profunda.Muito bom!!!

    • Boa tarde
      Gostei muito, porque? tenho este problema no meu trabalho, agrava mais porque esta pessoa e meu chefe, vou tentar praticar mais ainda e com muita sabedoria.

  2. vale super a pena por em pratica,sera um exercicio diario de foco determinação com suas atividades diarias respeito e compreensão com o colega chato muuuuuuuuita descrição, e no final ganhara mais conhecimento próprio e controle emocional

  3. Muito legal,elogiar sem exagero como falou no vídeo,é uma boa saída,surpreende a pessoa difícil de lhe dá.

  4. Bom dia,
    É sempre muito bom ler esses artigos principalmente quando a gente trabalha constantemente com o publico em geral. aprendi mais um jeito de lidar com essa dificuldade, muito bom obrigado.Sou zelador de um condomínio com 253 apto. e 17 lojas 10 funcionários, ai imagine o exercício. muito bom obrigado. Sergio Rosa

  5. Muito bom artigo.
    Como é importante alguém nos dar dicas que nem sempre conseguimos pensar porque não nos colocamos no lugar de quem estamos avaliando.

  6. Ótima orientação! Vejo sempre problemas entre colegas de trabalho. Deles que até perdem seus empregos por desavenças entre colegas! Creio também que muitas vezes a própria Empresa tem parcela de culpa, por muitas vezes não dispor de momentos de confraternização e um CURSO DE RELAÇÕES HUMANAS para o trabalho e para a vida.

  7. Boa dica: quase todos os setores existem pessoas difíceis de relacionamento, em algumas vezes encontramos pessoas com este tipo de relacionamento em alguns setores. Forams ótima essas dicas.

  8. Olha, parabéns, a explicação dessa matéria foi ótima. No convívio direto que temos com às pessoas, dois qualidades excelentes que necessitamos ter é: Amor e Misericórdia – Dois dons escassos ultimamente.

    • Muito boa essas dicas, nem sempre encontro pessoas chatas aprende a respeitar cada um com suas caracteristicas e quando encontro me mantem um pouco distante pra evitar contendas, e constrangimentos

  9. boa tarde
    Vivi essa situação, não gostava a minha chefe fiz de tudo para ser amiga dela ,entende os problemas ,mas não adiantou ela é uma pessoa muita negativa e isso estava me deixando também mal humorada coisa que não sou mal humorada, so sabia cobrar, nunca fazia um elogio só ela estava certa não aguentei pedi a conta

  10. Boa tarde!
    Gostei muito do artigo de hoje, nos leva a refletir-mos sobre essa questão de o que no outro me incomoda pode ser realmente algo que excede em mim ou pode ser também simplesmente uma questão de empatia, algo pode mudar a partir de uma aproximação. Parabéns excelente artigo.

  11. Muito bom este artigo,pois no nosso dia-a-dia estamos passando por várias situações, inclusive lidar com esse tipo de incoveniente.

  12. Boa tarde ótimo artigo trabalhamos com vários tipos de pessoas e até mesmo no meio da nossa família temos que lidar com pessoas difíceis de compreender .

  13. Bom dia, o certo é que nós temos que desempenhar as tarefas do dia-dia da empresa e não devemos nos isolarmos à essas pessoas pois as vezes elas(es) até sabem que são assim mas, não ajudam ninguém e nem à elas mesmas e o pior é que quando essas pessoas estão protegidas por encarregados ou encarregadas você que estar corretíssimo se torna o chato no ouvido da chefia

  14. Muito bom! Ótima reflexão, apesar de muitas das vezes considerarmos nossos colegas chatos, sempre pega muitobem uma reflexão a cada dia!

  15. Eu gostei muito certamente essas dicas teriam me ajudado muito no meu emprego
    Eu tive uma supervisora insuportável e não soube muito lidar com a situação
    Adorei as dicas

  16. Nosso desprazer pode ser só emocional, ‘feeling’, ou racional, ter base lógica. No 1º caso, é bom trazer para o racional. Explicações podem trazer entendimento da situação, que ajuda a aceitar as emoções, por exemplo: todos somos influenciados pelo meio em que fomos criados, e não tivemos como escolhê-lo, e, inocentemente, ou até com boa intenção, escolhemos (ou somos induzidos sem pensar) as formas de reagir ao nos relacionar. Isso não implica automaticamente em que os outros vão se agradar. É bilateral, não esqueçamos. Podemos ser vítimas ou executores. Isso é equilíbrio, humildade.
    Pense: como eram meus pais? E os pais do ‘outro/outra’? É inconsciente ou conscientemente que age assim? Se for inconscientemente fica mais fácil aceitar. Podemos dar exemplos de conduta, sugestões, se nos for acessível, dando tempo ao tempo . . . Se for consciente temos duas opções. 1-a pessoa é acessível, daí trocamos idéias e experiências, raciocinamos, etc. 2-a pessoa é inacessível, não aceita idéias diferentes das suas. Então, manter-se longe o máximo POSSÍVEL (há relações de compromisso envolvidas), e instalar o aplicativo ‘aceitação’ , quando não for possível evitar os contatos. Afinal, Deus ama a todos nós, dando-nos a chance de aprendermos as boas regras do respeito e amor grupal.

    • Adorei sua resposta,uma pena que só chegou esse aprendizado tarde na minha vida,acabei saindo de uma empresa maravilhosa por não saber lidar com essa situação e hj estou disponível por mercado de trabalho,recusei boas propostas com medo de encontrar pessoas indendicas a do emprego anterior

    • Muito importante a forma que o autor do artigo sa posicionou sobre relacionamento no emprego. Realmente é muito importante vermos como esse pensou e sempre tentar viver em harmonia com todos

  17. PASSEI POR ISSO,É RUIM,O LOCAL DE TRABALHO É EXCELENTE,PORÉM A PESSOA ME DAVA NÁUSEA E PEDI DEMISSÃO.NO INÍCIO PASSEI APERTO,MAS HOJE ESTOU MELHOR.

  18. Olá, gostei bastante do material… Na real é muito complicado conviver com pessoas chata. Mas na vida é vivendo e aprendendo. VALEU!!!

  19. Gostei muito pois convivo com pessoas assim è muito dificil lidar com elas mais vou pratica .pois preciso apreder cada dia mais obrigada.

  20. Sim gostei muito.É como diz no artigo em todas as áreas de trabalho nos vamos encontrar pessoas desde tipo chatas estressadas e com pouco rendimento dentro dos parâmetros da empresa ou desempenho com os colegas de trabalho.sou cozinheiro chef já trabalhei e trabalho com gente assim mas vamos conversar da risada pra descontrair o ambiente.ok

  21. Eu gostei muito deste artigo e do conteúdo em sí, por que fala de momentos difíceis que passamos na vida, e está acontecendo comigo, tentei buscar soluções para resolver o problema mais não estava encontrando, agora sim com essas palavras sábias saberei conduzir a situação. Obrigado.

  22. Boa tarde, gostei do artigo, estou passando por isso, o pior que a pessoa sabe que é desagradável e faz questão de ser. Estou no meu limite!!!!

  23. Eu gostei das dicas, pois isso acontece quase em todos os lugares de trabalho. Já passei por situação semelhante,mas é verdade antes de julgar os outros devemos nos avaliarmos.Obrigada.

  24. parabém gostei muito e fico muito mais feliz ao saber que tem muita gente lendo esta publicação
    trabalhei muitos em empresas de vários tipo e com pessoas de diferentes condutas.
    foram 35 longos anos da minha vida que na verdade se passaram rápido e continuo trabalhando.
    só Deus sabe o que já passei dentro das empresas.
    é exatamente isto que devemos fazer,esta ai a resposto por tudo é a melhor maneira de se viver aprendi um pouco tarde mas com muita sabedoria.
    sou grato a Deus por tudo.
    vejo que hoje temos a que agradecer porque a tecnologia esta trabalhando a nosso favor

  25. Quem nao tem esse problema?
    Foi muito util as dicas.
    Talves seja uma forma de chamar atencao, carencia. Precisamos de paciencia e equilibrio.

  26. Gostei muito do vídeo, esclarecedor, como também do artigo em si. Me chamou atenção, quando foi falado que não se deve dar muito crédito a pessoas ruins. A melhor forma de sair de perto de uma pessoa assim, sem dúvida é se tornar melhor que ela através de ações saudáveis e cercar-se de pessoas positivas.

  27. Muito bom. Coincidentemente tenho passado por isso com a companheira de trabAlho mais próxima, pq não dizer no mesmo quadrado. Sabe aquele tipo de pessoa q só Ela faz e só ela faz certo e se acha superior a vc mesmo tendo a mesma função? É ela só pq estar a mais tempo se considera a “chefe” do setor. Tem dias q é mais difícil q outros.

  28. Ótimas dicas.
    O meu problema é que a equipe toda tem a mesma opnião. E meus chefes possuem muita confiança em mim, e acaba perguntando sobre a pessoa, mas eu prefiro falar o que precisa melhorar, e acabo não falando das atitudes que fogem da ética do trabalho. Como devo agir nessa situação?

  29. Acredito que tudo pode ser contornado. O mais importante é não perder o foco, que somos nós. E não podemos pautar o nosso comportamento pelo comportamento de outrem.

  30. Olá, boa noite ! Em meu trabalho acontece costatimente esse problema mas graça Deus sempre soube resove-lo sem estresses e com conversas civilizadamente sabendo respeita o tempo de cada um de ouvir e responder e tudo termina bem. Amei as dicas .

  31. Acho que em primeiro lugar precisamos ter consciência de que estamos vivendo em uma época de muito mimimi, muita intolerância estúpida, tudo incomoda, tudo irrita. Já passou da hora de parar com isso. E quem acha outras pessoas “chatas” deveria pensar se seu comportamento também não o torna um chato para os outros. Se pensar diferente for um defeito, então a humanidade está condenada por antecipação. Por outro lado, é por sermos diferentes que podemos trocar idéias ou aprender algo novo. Quem tiver aversão a conviver em sociedade que procure tratamento mais adequado do que rotular os outros. Quando se é obrigado a tolerar alguém realmente insuportável de se conviver, aí sim, tem que se tentar se afastar. Se pessoas cultas, inteligentes, educadas te parecem “chatas”, você é que deveria rever seu critério de chatice.

  32. Detesto chato,e no trabalho tem muitos só que alguns não são, estão chatos pois trabalho em um bar, já faz tanto tempo que acho que já me acostumei. Gostei das dicas, vou tentar colocar em prática, um abraço!

  33. Boa noite, eu gostei muito do artigo, vai ser muito útil no meu cotidiano,é muito importante a mudança de nosso comportamento, ter uma “visão” diferente junto a quem está ao nosso lado, assim, o convívio fica mais “leve” para todos

  34. Boa noite!!
    Muito bom, otima dica e com certeza para sair de uma situação de desconforto precisamos melhorar nossa capacidade intelectual e nos tornarmos profissionais de sucesso.

  35. Gostei muito do artigo também!! Realmente, tem sempre aquele ou aquela chata no trabalho, mas esse artigo vai me ajudar ainda mais!! Muito bom!!!

  36. Muito bom o artigo, mas eu lido com as pessoas chatas fazendo o contrário do ela faz comigo. Se ela tenta me humilhar, eu ignoro fazendo gentilezas e conforme o tempo essa pessoa passa a me respeitar.

  37. dicas importantes não só para colegas de serviço, mas também para o dia a dia. obrigada equipe primecursos por mostrar como conviver na sociedade perante os desafiios e as diferenças que ela nos apresenta.

  38. É ótimo estás dicas temos essas situações em todos os lugares e quase sempre todos os dias principalmente no ambiente de trabalho muito obrigado por nos lembrar de que maneira devemos nos comportar diante de tais situações

  39. Foram orientações de elevada relevância que vou procurar praticar, como esta:
    “tratar a pessoa de forma educada, mas sem criar muito contato”.
    Agradeço por compartilhar informações valiosas.

  40. Bom dia, obrigada pelas orientações temos que aprender a ouvir mais e falar menos pois acredito que só assim possamos verificar como de fato somos e como as pessoas são.

  41. O artigo é ótimo!

    Gostaria de ler um artigo sobre a dificuldades de pessoas de se entrosem em escolas, faculdades, seminários, trabalho e ate mesmo em fazer novos amigos.

  42. Ótimo conteúdo,não só para ser aplicado no ambiente de trabalho,pois convivemos com este tipo de situações em outros lugares.

  43. O artigo é importante e pertinente demais, em todos os sentidos da vida! Independente de qualquer condição social, é muito presente no dia a dia de qualquer pessoa. No trabalho, sindicato, associação, em casa, no lazer e por aí vai. Digo, não para agradar a quem quer que seja, mas para parabenizar a proposição do tema que sempre irá me norteia com a seguinte frase:“aquilo que te incomoda nos outros tem muito a dizer sobre você”.“aquilo que te incomoda nos outros tem muito a dizer sobre você”.

  44. O artigo é importante e pertinente demais, em todos os sentidos da vida! Independente de qualquer condição social, é muito presente no dia a dia de qualquer pessoa. No trabalho, sindicato, associação, em casa, no lazer e por aí vai. Digo, não para agradar a quem quer que seja, mas para parabenizar a proposição do tema que sempre irá me nortear com a seguinte frase:“aquilo que te incomoda nos outros tem muito a dizer sobre você”.

  45. O artigo de hoje, nos faz perceber que nem sempre é pessoa que é “desagradável”, somos nós mesmos. Porém preferimos julgar em vez de avaliarmos as nós mesmo

  46. Bom dia, Gostei, tudo que se falou foi ótimo, esclarecedor. Na vida tem disso mesmo, é impossível evitar esses desprazer na nossa vida, más, temos que tentar ficar para que a situação não venha se tornar maia desagradável ainda do que estar.

  47. Boa tarde. Gostei muito de tudo que li.Principalmente da parte que fala que o que vemos nos outros, revela muito sobre nós mesmos.Gostaria muito de ler mais sobre isso,Parabéns e obrigada

    • Eu gostei muito do artigo. Me deixou em alerta mas me fez ver oque eu já sabia. Vou tentar melhorar meu jeito de ser ,pois me considero uma pessoa muito difícil e sei q não é fácil as vezes lidar comigo. Mas sei p quanto é difícil viver assim. Estou tentando ser menos rígida comigo e procurando melhorar

  48. Bom dia a todos mau homor no trabalho.,eu vou analisar esta pessoa ver se não esta com depresão ou com proplema na familia em casa ,procurar conversar com esta pessao ver se realmente , se precisa de oraçao ou se ela me permitir um concelho de um pessoa com mais esperiencia de vida ou mesmo de medico,

  49. Boa noite, muito edficante esse pensamento, sempre pensei nisso, as vezes uma pessoa pode ser desagradável ou ter atitudes diferentes das outras, mas tudo tem um “porquê”. O meio em que vivem, o caráter que foi gerado desde criancinha, traumas, as pessoas que estão orientando com ira ou apaziguando, ilusões, desilusões… Inúmeras coisas podem afetar o estado emocional ou comportamental de uma pessoa: umas tem força pra lutar, outras desistem, se entregam, vivem se vitimando, mas tem as que conseguem dar a volta por cima, etc… Casos de pais separados, sem pai ou sem mãe, alcolismo ou drogas na base da família, órfãos, espancamentos, muita cobrança em tudo, problemas de saúde, etc. ….
    A família é a base de tudo. Uma família onde é ensinado e vivido em bons princípios, se preopando com o próximo, a pedir perdão, saber perdoar, pensar no coletivo e não no individualismo etc…
    Então, devido a esses aspectos de criação, caráter gerado, meio em que vivem, religião e outros… geram esse tipo de pessoas que serão agradáveis ou não, ao meio em que passamos a maior parte do tempo, trabalho, estudo ou vizinhança.
    Ninguém, teoricamente, escolhe ser o que é, mas tem a oportunidade de mudar….tornar-se melhor.
    Cabe a nós, ajudar a quem precisa e não escitar o ódio ou a discórdia.
    As vezes uma pessoa que não responde a um bom dia na rua ou não pede desculpas de um esbarrão, pode ter cido violentada, ter acabado de enterrar um ente querido por uma violência, injustiça …..
    Por isso, a melhor arma é pagar o mal com o bem, uma palavra branda acalma o furor,
    Quando não tiver ninguém ao seu lado, lembresse que tem um DEUS que cuida de você.

    Essa mensagem me fez reforçar esses conceitos, que tenho comigo.
    Obrigado e parabéns.

    Desculpem os erros, foi rápido a escrita e o pensamento.

    Grato
    Jr.

  50. Gostei muito dessa materia , pois eu trabalho de porteiro e trabalho junto com uma moça que é telefonista ao meu lado .
    Ela é muito arrogante ela sabe tudo e se acha a chefe , so que eu percebi que ela não vai com a minha cara , tudo que faço ela procura defeito , eu ja nem sei mais o que fazer com essa cituação .
    Eu respeito muito ela , procuro nao conversar muito , só falo o necessario , mas eu percebo que ela tem alguma implicância comigo , ate porque duas pessoas anterior a mim ja se demitiram por causa dela , mas eu deixo levar o dia a dia mesmo assim .

  51. Bom Dia,
    Belas dicas, vou colocá-las em prática, são valiosíssimas. Algumas vezes nos deparamos com situações desse tipo e temos que ter a capacidade de entender e superar a situação conflituante.

  52. Muito obrigada pelas dicas têm sido de muita importância nas minhas ações.. É a primeira vez que respondo. Más ,continuem mandando.

  53. obrigada pelas dicas.Pior que quem acho chata,vive fazendo testes de chatice, e, sempre o maior percentual é meu,como se não bastasse, comenta o resultado quando todos estão na sala(setor).kkkk

  54. Eu não tenho esse tipo de problema, sou uma pessoa que busco ouvir, falar o necessário, e consigo entender meus companheiros de trabalho, porque todos nós temos problemas, não somos perfeitos, por esse motivo que consigo trabalhar em grupo, e equipe, sou totalmente e entender melhor !

  55. Bom eu aprendi a me relacionar com elas apenas no ambiente de trabalho. Afinal, eu não perturbo ninguém no ambiente de trabalho. Até porque apenas trabalho. E nos intervalos, sim, vou bater um papo, mas sempre evitando entrar na vida pessoal dos outros, sobretudo das “fofocas”. Porque pra mim, quem é feliz não enche o saco de ninguém!

  56. Boa tarde!
    Estou a passar pela mesma situação, mas o meu caso já é diferente esta pessoa arrastou problemas pessoais e tenta fazer da minha vida um inferno na vida profissional sou que eu não dou esse gostinho. Com ela sou trato de assuntos profissionais e passei a ser á má da história perante os meus colegas que não sabem do assunto. E eu estou nem aí para o que dizem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui