Mangás e Animes: aprenda a técnica dos desenhos japoneses

Os Mangás conquistaram o mundo dos desenhos animados (créditos shutterstock)
Os Mangás conquistaram o mundo dos desenhos animados (créditos shutterstock)

Para começar este post, vamos saber qual o significado da palavra Mangá. Man= involuntário e Gá= imagem. De origem japonesa, são desenhos únicos pela sua grafia peculiar e por serem lidos da direita para a esquerda.

Esse estilo se popularizou nas mãos do japonês Osamu Tezuka, chamado de “Deus do Mangá”, na década de 40. Os primeiros desenhos eram em preto e branco, mas evoluíram e receberam cores. As características perceptíveis dos desenhos Mangás são os elementos exagerados neles empregados, como os olhos grandes e brilhantes. Também os enquadramentos cinematográficos de close-up e slow-motion adaptados por Osamu, e que ressaltam as expressões dos personagens.

No Japão, os Mangás têm uma gama de consumidores e é muito comum ver as pessoas circulando com eles. As histórias são longas e os exemplares ultrapassam as 200 páginas e podem chegar até 800. Algumas delas até mesmo sem diálogos, apenas com imagens. Ler um Mangá é aprofundar-se em histórias com muita ação, emoção e diversão.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Os Animes são os desenhos animados neste estilo japonês de desenhar. Existem muitos Mangás adaptados em Anime, na verdade, é muito comum isso acontecer. Aqui no Brasil, os sucessos dos Animes se deu por volta das décadas de 90 e 2000, com os desenhos Cavaleiros do Zodíaco, Naruto e Dragon Ball Z (adaptado de Mangá). Eles conquistaram fãs por todo o mundo.

Alguns tipos de Mangás

Shonen: com traços fortes e marcantes, é um estilo mais voltado para o público masculino.

Shojô: de enredos mais sensíveis e traços delicados, é voltado para o público feminino.

Kodomo Mangá: sem muitos rebuscamentos, são histórias engraçadas, e por isso, tem o estilo mais infantil.

Josei e Seinen: com conteúdo mais adulto, os Mangás contam histórias que giram em torno de problemas familiares, relacionamentos, etc.

Super Sentai: desenhos recheados de heróis.

Gekigá: são histórias mais densas e dramáticas.

Hentai: a palavra significa anormal, e as histórias são eróticas.

Yaoi: voltado para o público homossexual.

Desenhar Mangás e Anime, além de proporcionar satisfação, requer outros fatores importantes para que se alcance os objetivos pretendidos no desenho, como a dedicação, a criatividade e a persistência. Passar para o papel os sentimentos e as emoções não são tarefas fáceis. Mas com a prática, a força de vontade e o conhecimento correto das ferramentas, o trabalho se torna proveitoso e uma ótima experiência para qualquer desenhista.

O curso de Desenho Mangá/Anime Básico está disponível no site da Prime Cursos. Ele é direcionado a todos aqueles que queiram aprender a desenhar no estilo Mangá ou até mesmo para quem já tem experiência e pretende atualizar/qualificar os conhecimentos sobre o assunto.

O rosto é considerado a parte mais importante para o desenvolvimento de todo o resto do desenho. Confira no vídeo como desenhá-lo no estilo Mangá:


Créditos canal CrieSeuMundo / via YouTube

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

15 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui