Como preencher a parte de conhecimentos de um currículo

O que colocar no currículo na parte de conhecimentos?

Seja para aqueles que estão em busca do seu primeiro emprego, e por isso acreditam não possuir muitos itens a serem colocados no currículo; ou aqueles já tão experientes que não sabem por onde começar a listar suas experiências profissionais e acadêmicas, é fato de que muitos se veem sem saber o que, como e em que medida colocar em seu currículo.

A parte de conhecimentos pode ser uma área, em especial, que levanta muitas dúvidas. Com o passar do tempo, experiências e oportunidades muitos acabam mudando ou somando diferentes conhecimentos, cursos, qualificações e aprendizados. Mas, o que deve ser colocado no currículo e o que não faz diferença estar ali?

Gif - mãos digitando

Para entender um pouco melhor o que pode ser colocado no seu currículo profissional separamos algumas dicas que podem te ajudar a refletir sobre suas opções e quais delas poderá usar.

Tenha em mente qual área vai se candidatar

Existem muitos cursos, formações e conhecimentos que são específicos para determinada área profissional. Como por exemplo, se o seu objetivo é se candidatar a uma vaga em uma empresa de designer, dominar determinadas ferramentas como Photoshop, Premiere e Illustrator podem fazer toda a diferença na hora em que um avaliador ver a sua ficha.

Já uma pessoa que trabalha com análise e desenvolvimento de dados, pode se ver pressionado a procurar cursos e graduações que o aprofundem mais sobre sistemas operacionais ou linguagem de programação.

Tenha em mente qual é o emprego para o qual vai se candidatar
Tenha em mente qual é o emprego para o qual vai se candidatar

Assim como, quem já atua ou pretende atuar na área administrativa já faz grande uso de editores de planilhas e software de ERP, o que faz com que já saibam ou precisem saber mais sobre os usos de ambos.

Todos esses exemplos deixam claro que, antes de decidir o que deve ou não colocar no currículo, você deve ter uma ideia clara de qual o seu objetivo ao se candidatar em uma vaga de emprego em determinada empresa ou profissão.

Saber quais serão as habilidades necessárias para exercê-la facilitará para que você compreenda quais conhecimentos e experiências deve salientar em seu currículo.

Só contam graduações e cursos?

Quem possui certificados ou outros comprovantes de que teve aulas e preparação acadêmica para desempenhar tal habilidade poderá usá-las tranquilamente em seus currículos.

Mas, e quem já trabalhou na área, mas nunca se formou em determinado curso ou possui um certificado comprovando que sabe manusear determinado programa ou habilidade?

Contanto que seus conhecimentos sejam genuínos não há nada que os impeça de utilizar em um currículo, especialmente se forem essenciais para o seu desempenho na vaga a ser conquistada.

Experiências obtidas em empregos anteriores, voluntariado, intercâmbio, empregos informais, entre outras atividades, podem ser úteis e positivos para serem descritas em seu currículo, especialmente se você está iniciando em sua vida profissional.

Sei falar outro idioma, posso colocar isso no currículo?

Não só pode como deve! Saber um idioma, especialmente o inglês ou algum que tenha ligação direta com a vaga ou empresa a qual quer trabalhar, pode ser uma característica essencial para chamar atenção daquele que irá avaliar seu currículo.

Idiomas devem ser crucialmente informados no seu currículo
Idiomas devem ser crucialmente informados no seu currículo

No entanto, atente-se a qual o seu nível de conhecimento do idioma em questão. Se você ainda está no nível básico dele dificilmente isso será visto como algo positivo para aquele que irá ler seu currículo.

Se iniciou seus estudos recentemente e já se encontra no nível intermediário você pode adicionar essa informação, desde que deixe claro que está em curso ou em desenvolvimento, melhorando suas habilidades de comunicação.

Porém, o ideal ainda é que você já esteja em nível avançado ou fluente do idioma, classificações em que já será capaz de se comunicar com outros falantes da língua, redigir textos e fazer apresentações.

Como detalhar cada conhecimento?

A maneira mais comum usada para se referir a um conhecimento é utilizando-se das classificações: básico, intermediário e avançado. Você poderá usar das três para detalhar um pouco mais qual seu nível de domínio e conhecimento de determinada ferramenta, por exemplo.

Habilidades básicas costumam não ser tão positivas ou úteis em um currículo, entretanto podem existir exceções.

Por exemplo, se você possui conhecimento avançado em um programa de edição de vídeo e um conhecimento básico em outro de edição de foto, mas em que o segundo serve apenas como complemento, então não haverá problemas em adicionar as duas informações.

O único caso onde a descrição ‘básico’ dificilmente será positiva é a de idiomas. O ideal, como dito antes, é que o indivíduo já possua um conhecimento avançado ou fluente; ou ao menos um intermediário que já está trabalhando para aumentar seu nível.

Cursos Grátis Online

Na Prime Cursos você encontra diversos Cursos gratuitos com certificado de conclusão válido para atividades extracurriculares, avaliações de empresas, provas de títulos, concursos públicos, enriquecer o seu currículo e muito mais, confira!

ver todos cursos grátis


Stories

Posts Recentes

  • Como a função do síndico profissional transforma seu condomínio?
    Um síndico profissional é um gestor especializado responsável pela administração de condomínios, seja residencial ou comercial. Diferentemente de um síndico residente, que geralmente é um morador eleito para administrar o condomínio de forma temporária e muitas vezes sem remuneração, o síndico profissional é contratado especificamente para essa função e é remunerado pelo seu trabalho. A…
  • Descubra Qual o Salário de um Síndico Profissional no Brasil
    Um síndico profissional é uma pessoa contratada para gerenciar e administrar um condomínio. Ele é responsável por garantir que o prédio esteja em boas condições, que os moradores estejam satisfeitos e que as finanças do condomínio estejam em ordem. Mas qual é o salário de um síndico profissional? De acordo com o site Salario.com.br, o…
  • Quais as vantagens de possuir uma recepcionista em sua empresa?
    Por muito tempo o papel principal da recepcionista dentro das empresas se restringia a atender o telefone e recepcionar os clientes. Hoje, esse profissional evoluiu para se tornar um elemento chave na criação de uma boa primeira impressão que clientes, parceiros e potenciais colaboradores têm da empresa. Assim, a presença de uma recepcionista habilidosa traz…
  • Modelo de Currículo Simples para Auxiliar de Escritório
    Se você concluiu o curso de Auxiliar de Escritório pela Prime Cursos do Brasil e está em busca da sua primeira oportunidade na área administrativa, temos uma excelente notícia para você! Desenvolvemos um modelo de currículo simples especialmente para quem já possui o certificado do curso, abrangendo todas as habilidades e conhecimentos adquiridos. Este modelo…
  • Guia: como gerenciar tarefas simultâneas como recepcionista
    Gerenciar tarefas simultâneas pode ser um grande desafio para recepcionistas. Com diversas demandas e responsabilidades, é fácil se sentir sobrecarregado e perder o controle das atividades diárias. No entanto, com algumas estratégias de gerenciamento de tempo e organização, é possível manter-se produtivo e eficiente, mesmo em situações de alta pressão. Uma das principais dicas para…
  • Dicas para entrevistas de emprego para recepcionistas: como se destacar na seleção
    As entrevistas de emprego pode causar muita ansiedade para várias pessoas, especialmente para aqueles que estão procurando emprego na área de recepcionista. No entanto, com algumas dicas úteis, os candidatos podem se preparar adequadamente para a entrevista e aumentar suas chances de sucesso. A primeira dica importante é pesquisar sobre a empresa e a posição…
  • 10 Qualidades Indispensáveis para uma recepcionista profissional
    A recepcionista é o cargo que está a frente da empresa, sendo o primeiro contato do publico com o estabelecimento. E para desempenhar suas tarefas diárias é necessário algumas qualidades essenciais. Esta posição, por natureza, exige uma abordagem equilibrada entre habilidades pessoais e profissionais, pois o recepcionista precisa gerenciar tanto as expectativas dos visitantes quanto…
  • Onde uma recepcionista pode trabalhar? Descubra as opções de carreira para recepcionistas
    Uma recepcionista é uma profissional que trabalha na recepção de uma empresa, organização ou instituição para receber visitantes e clientes. Ela é a primeira pessoa que um visitante encontra ao chegar ao local e é responsável por fornecer informações sobre os serviços ou produtos oferecidos. Além disso, ela também pode ser encarregada de tarefas administrativas,…
  • Quais as funções de uma recepcionista? Conheça a profissão
    O papel do recepcionista é fundamental em qualquer empresa, seja ela pequena ou grande. Ele é responsável por ser o primeiro contato do cliente com a empresa e, por isso, deve ser capaz de transmitir uma imagem positiva e acolhedora. Mas quais são exatamente as funções do recepcionista? Em geral, o recepcionista é responsável por…
  • Como é o trabalho de uma recepcionista: responsabilidades e habilidades necessárias
    A rotina de uma recepcionista pode variar de acordo com o local que ele atua, mas geralmente suas tarefas de rotina estão sempre conectadas a funções administrativas e de organização. O trabalho de uma recepcionista é recepcionar e atender os clientes e visitantes, fornecendo informações, direcionando-os para a pessoa ou departamento correto e, em geral,…
  • Quantas horas tem a jornada de trabalho de uma recepcionista?
    A jornada de trabalho de um recepcionista é um aspecto fundamental que define tanto a dinâmica de seu cotidiano profissional quanto a qualidade de sua vida pessoal. Em diversas indústrias, a carga horária desses profissionais pode variar significativamente, influenciada por fatores como legislação trabalhista, demandas diárias e políticas internas das empresas. Neste texto, exploraremos detalhadamente…
  • Quanto ganha uma recepcionista: Salário médio e fatores que influenciam
    Uma das perguntas mais comuns que as pessoas fazem quando consideram entrar na profissão de recepcionista é “Quanto ganha uma recepcionista?” É uma pergunta importante, já que o salário é um fator chave na decisão de escolher uma profissão. A resposta para essa pergunta depende de vários fatores, como localização, experiência e habilidades específicas. De…
  • O que é necessário para ser recepcionista: qualificações e requisitos
    Para ser um recepcionista de sucesso, é necessário ter diversos requisitos e características. Além de ser capaz de lidar com pessoas e ter uma boa comunicação, é importante ter organização, capacidade de multitarefa e conhecimento em informática. O recepcionista é a primeira pessoa que os clientes ou visitantes encontram quando chegam a uma empresa ou…
  • O que é e como funciona o código Q?
    O Código Q é um conjunto padronizado de três letras que é usado para fazer perguntas pré-definidas em comunicações de rádio. Ele pode ser utilizado por porteiros, vigilantes e controladores de acesso para a comunicação dentro das dependências do local de trabalho. Ele também é amplamente utilizado por militares, polícia, serviços de emergência, aviação e…
  • Como funciona uma jornada de trabalho de 12×36: regras e direitos
    Uma jornada de trabalho de 12×36 é um modelo de trabalho que permite ao colaborador trabalhar por 12 horas seguidas e descansar nas próximas 36 horas. Essa jornada é comum em setores que necessitam de operação contínua, como saúde e segurança. Nesse modelo de trabalho, o colaborador trabalha por 12 horas seguidas, com um intervalo…

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.