Pode colocar no currículo inglês básico?

Dica de como preencher nível de inglês no currículo
Dica de como preencher nível de inglês no currículo

Não são poucas as profissões de hoje que acabam exigindo dos profissionais mais do que apenas um bom conhecimento do português. Saber um novo idioma, especialmente o inglês, é algo que vem se tornando cada vez mais comum e necessário.

Existem vários níveis de conhecimento, assim como várias maneiras de se medir ele. Na Europa se utilizam as categorias de A0 a C2, onde quem está no A0 tem um conhecimento praticamente nulo do idioma e o C2 torna a pessoa já avançada na língua e conhecimentos sobre o país.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Já nos estados Unidos eles seguem as determinações False Beginner, Beginner, Lower Intermediate, Intermediate, Upper Intermediate, Advanced e Full English Proficient.

Nesses termos o False Beginner é aquele que não possui conhecimento sobre o idioma e o Full English Proficient é aquele que está familiarizado com dialetos, sotaques e é tão fluente que pode ser considerado quase um nativo.

No Brasil costumamos utilizar uma maneira mais simples de medir o conhecimento de um estudante de inglês: básico, intermediário e avançado. Classificações que podem ser amplas e abstratas demais para que alguém consiga ter plena consciência do quanto o outro sabe.

Mas, será que, independente de qual método de avaliação que se use, todos os níveis de aprendizado podem ser adicionados ao currículo?

Antes de mais nada: um pouco mais sobre cada classificação

 Antes de saber o que pode ou não ser colocado no currículo é preciso entender qual seu nível de habilidade para se comunicar em outro idioma. Nesse caso, especificamente o inglês.

Não são poucos aqueles que acabam tendo bastante dificuldade de classificar a si mesmo dentro de uma destas determinações, que podem ser vistas de maneira realmente ampla. Por isso vamos tentar entender o que é cada uma delas.

Básico: aquele que tem uma pequena compreensão do idioma.

Se você estudou inglês alguma vez, seja na escola, curso ou com um professor particular, mas descontinuou suas aulas, e hoje em dia já não consegue manter uma conversa ou compreender completamente um texto, então você provavelmente estará no nível básico.

Entenda em qual nível de inglês você está
Entenda em qual nível de inglês você está

Apesar disso, você irá conseguir entender algumas palavras e frases simples do idioma, até mesmo sendo capaz de se apresentar ou responder a perguntas curtas. Mas, ao precisar elaborar uma conversa mais longa, não irá conseguir compreender ou responder.

Intermediário: aquele que consegue começar uma conversa

Se ao pegar um texto comum você consegue compreender boa parte da mensagem, ou consegue iniciar uma conversa com um nativo ou outra pessoa que fale inglês, então significa que seu vocabulário já o torna alguém possivelmente intermediário no idioma.

Qual a melhor forma de medir e informar no seu currículo o nível do seu inglês
Qual a melhor forma de medir e informar no seu currículo o nível do seu inglês

O que o limita a essa categoria é quando encontra dificuldades em manter uma conversa mais fluida, percebendo que existem termos mais intrínsecos a cultura e idioma que não compreende ou não sabe como responder.

Inglês Avançado: aquele que tem domínio da fala, da leitura e da escrita

Se mesmo com os textos mais complexos você não encontra nenhum ou quase nenhum termo que lhe seja desconhecido, consegue manter conversas mais longas de forma clara e fluída e é capaz de redigir a textos em inglês de maneira tranquila, então isso o torna alguém já avançado no inglês.

Uma categoria extra, o Inglês Fluente: aquele que tem entendimento mais profundo do idioma

Para ser fluente em um idioma é preciso conhecer mais do que apenas palavras. É necessário saber como responder a diferentes situações de maneira quase instintiva, ter um vocabulário amplo e compreender também a cultura, costumes, dialetos, gírias e sotaques da língua.

Mas afinal: se estou ainda no primeiro básico posso o colocar no currículo?

Se você é alguém que fez algumas aulas de inglês em algum curso ou com algum professor e nunca mais voltou, ou seu único contato com o idioma foi o que aprendeu nas aulas da escola, então não deve adicionar isso ao currículo.

Esse conhecimento será irrisório demais para adicionar algo aos seus conhecimentos, já que você não será capaz de usar qualquer habilidade de comunicação no ambiente de trabalho.

Já nos casos onde você está estudando o idioma, seja com aulas particulares ou algum curso, e já se encontra no nível intermediário você pode adicionar essa informação. Junto a isso coloque que está “em desenvolvimento” ou “em curso” e, caso a vaga exija conhecimento intermediário ou avançado, ainda poderá concorrer a ela.

Curso de Inglês Grátis Online

Uma otima oportunidade é o curso de inglês básico da Prime Cursos totalmente gratuito e se você precisar ainda pode solicitar o certificado com o pagamento de uma taxa. Comece agora mesmo o curso de inglês grátis online!

inglês grátis online

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui