cuidador escolar posando para fotografia no corredor de uma escola

Qual a carga horária de um cuidador escolar?

O cuidador desempenha um papel vital no ambiente escolar, contribuindo para o bem-estar e o desenvolvimento integral dos alunos. Este profissional atua como um elo entre a escola, os estudantes e suas famílias, oferecendo suporte emocional, supervisão e assistência prática no dia-a-dia escolar. 

Como essa função tem ganho cada vez mais importância dentro da estrutura de ensino, muitas pessoas estão investindo em formas de se capacitar para ocupar esse cargo. Além de zelar pela segurança e saúde dos alunos, o cuidador escolar é um dos responsáveis pela promoção de um ambiente inclusivo e acolhedor. 

Dessa forma, a função do cuidador escolar abrange não apenas questões de aprendizado, como também em relação a aspectos emocionais e sociais do ambiente escolar. 

Você tem interesse em atuar como um cuidador escolar? Está curioso(a) em obter mais informações, como a respeito das atividades, carga horária e remuneração desta função? Então o artigo a seguir foi feito para você! Confira! 

O que faz o cuidador escolar?

Apesar de ser um trabalho ainda pouco reconhecido, a ocupação de cuidador escolar tem conquistado cada vez mais importância dentro de escolas e creches. Esse profissional é o responsável por auxiliar o aluno em seus cuidados referentes à vida diária e prática.

cuidador escolar em uma sala de aula com vários objetos lúdicos, monitorando as crianças em suas atividades

Sendo assim, trabalha em conjunto com o professor para viabilizar as adaptações necessárias e dar o suporte que os alunos que têm alguma deficiência física, intelectual ou dificuldade de aprendizado precisam. Essa é, inclusive, uma das principais responsabilidades de quem ocupa essa função: garantir a inclusão dos alunos com deficiência no espaço escolar. Mas suas atividades vão além, envolvendo também:

  • – O acompanhamento das atividades lúdicas dos alunos;
  • – Se for o caso, o cuidado em relação aos medicamentos que os alunos devem tomar, desde que tenha prescrição médica e autorização dos responsáveis;
  • – O auxílio durante as refeições;
  • – O auxílio quanto à higiene pessoal, caso seja necessário;
  • – O auxílio em relação à escrita, leitura e desenhos;
    • – A supervisão de brincadeiras;
  • – Registro das ocorrências e repasse das mesmas ao gestor;
    • – Observação quanto a possíveis alterações de comportamento, cuidando para que a relação dos alunos seja saudável;
  • – Supervisão da saída dos alunos ao final do período;
  • – Feedback para os pais.

Como você já deve ter notado, as principais funções do cuidador escolar estão relacionadas ao auxílio prestado aos alunos, correspondendo e respeitando as necessidades individuais de cada um. Isso deve contemplar, de maneira geral, qualquer estudante cuja condição o impeça de ter pleno acesso à educação. 

É claro que, a depender da modalidade de ensino de cada instituição, pode ser necessário que o cuidador escolar execute funções diferentes e atenda a demandas diversas. Mas, de modo geral, a educação inclusiva passa direta e necessariamente por esse profissional. 

A atuação do cuidador é essencial para reduzir a carga envolvida na educação de crianças e adolescentes, realizando atividades que não cabem aos professores. É dessa forma que o cuidador escolar ajuda a garantir o melhor aproveitamento do ensino, bem como a assegurar a tranquilidade e a segurança para os pais, professores e, principalmente, para o aluno, por meio da promoção de um ambiente escolar inclusivo.

Agora que você já sabe como funciona o trabalho do cuidador escolar, confira a seguir mais detalhes importantes, como a sua carga horária.

Quantas horas por dia o cuidador escolar trabalha? 

O cuidador escolar tem seus direitos trabalhistas assegurados pela Constituição Federal e pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O profissional deve ser formalmente contratado, com registro em carteira de trabalho – o que lhe garante direitos como a remuneração de um salário mínimo, 13º salário e , caso seja demitido sem justa causa, o recebimento de multa rescisória de 40% sobre o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Além disso, quem trabalha como cuidador com carteira assinada tem direito a férias remuneradas de 30 dias após completar um ano de trabalho, com acréscimo de um terço no salário durante esse período. 

A jornada de trabalho para quem trabalha com carteira assinada é de no máximo 44 horas semanais (ou 8 horas diárias) e horas extras remuneradas, caso o profissional precise trabalhar além da carga horária estabelecida. Outra opção (menos comum nesses casos) é o trabalho em turno de 12 horas, com 36 horas de descanso. A primeira opção é a mais explorada, já que escolas e creches geralmente trabalham de segunda a sexta-feira. 

Em 2013, foi aprovado o PL 8014/2010 pela Comissão de Educação da Câmara, que tornou obrigatório a atuação do cuidador escolar em instituições regulares para auxiliar alunos com deficiência. Atualmente, o PL está aguardando apreciação pelo Senado Federal.

A torcida é grande para que o PL seja aprovado e implementado, já que a presença do cuidador no ambiente escolar é muito importante para o desenvolvimento saudável das crianças, principalmente aquelas que têm algum tipo de deficiência. O apoio que este profissional concede aos educadores, pais e alunos é determinante na qualidade do ensino prestado na instituição.

ecucador realizando atividade com as crianças, uma marca d'água de um relógio e sifrão ao fundo da imagem

Se você tem interesse em trabalhar como cuidador escolar, é interessante se informar a respeito do que é necessário para garantir um bom desempenho nessa função. Continue a leitura para saber mais! 

O que é preciso para trabalhar como cuidador escolar?

Os principais locais de trabalho dos cuidadores são as creches e as escolas. Como esses são ambientes nos quais os alunos passam boa parte do dia, é de suma importância oferecer um ambiente seguro, estimulante e acolhedor.

Trabalhar nessas instituições, além de requerer alguns conhecimentos específicos, também demanda um perfil adequado para lidar com crianças e adolescentes e suas necessidades. Nesse sentido, uma das principais habilidades é a paciência, já que é preciso ser capaz de manter a calma e o equilíbrio emocional em momentos diversos e desafiadores.

A empatia, o acolhimento e o carinho também são essenciais, já que, para se desenvolverem plenamente, é importante que as crianças se sintam seguras e amadas. Oferecer um ambiente favorável é primordial para que essas crianças possam se expressar e se desenvolver de forma saudável. 

O conhecimento sobre o desenvolvimento infantil também se faz necessário nesse contexto, já que é preciso ter entendimento sobre as diferentes fases de crescimento e as necessidades específicas de cada criança. Isso inclui aspectos físicos, cognitivos e emocionais, para que o cuidador seja capaz de oferecer o cuidado adequado ao público atendido.

O trabalho em equipe é mais uma habilidade que não poderia ficar de fora da atuação do cuidador educacional. Escolas e creches são compostas por diversos profissionais, e é essencial que todos os funcionários sejam capazes de trabalhar harmoniosamente e de maneira colaborativa.

Tão importantes quanto essas habilidades e conhecimentos são o comprometimento e o senso de responsabilidade. Crianças, principalmente, exigem cuidado e atenção constantes, por isso é preciso estar comprometido em oferecer todos os cuidados necessários para garantir o bem-estar e segurança dos pequenos.

O melhor caminho para quem deseja trabalhar como cuidador educacional é por meio de cursos na área. Confira a seguir uma sugestão que pode te ajudar nesse sentido! 

Que tipo de capacitação buscar? 

Investir em capacitação profissional é fundamental para aqueles que desejam atuar como cuidadores escolares, uma vez que, como vimos, essa função demanda habilidades específicas e conhecimentos que vão além do simples ato de cuidar dos alunos. 

Pensando nisso, é importante compreender as características e necessidades específicas de cada faixa etária, além de desenvolver habilidades pedagógicas e sociais que promovam o aprendizado e o desenvolvimento integral das crianças. 

O cuidador escolar é responsável por criar um ambiente propício ao crescimento emocional, cognitivo e social das crianças, o que demanda um conjunto de competências que podem ser adquiridas por meio de uma formação especializada.

Aqui na Prime Cursos temos algumas opções que contemplam essa demanda, como o Curso de Auxiliar de Creche e o Curso de Cuidador Infantil

O curso de Auxiliar de Creche oferece uma base sólida de conhecimentos sobre o cuidado e a educação de crianças em idade pré-escolar, abordando temas como principais cuidados, higiene, alimentação, rotina na creche, adaptação das crianças, como lidar com o choro, e dicas de atividades. 

Já o curso de Cuidador Infantil busca atender à demanda pelo cuidado global das necessidades do desenvolvimento infantil, oferecendo noções básicas sobre diversos temas, como das fases de crescimento, nutrição infantil, patologias comuns, as brincadeiras adequadas para cada faixa etária, entre outros.

Ambos os cursos são online e totalmente gratuitos, com carga horária de 40 horas no certificado (emitido mediante o pagamento de R$ 54,90 + o valor do frete para envio). Essa é a chance que você estava buscando para investir na sua capacitação profissional e aumentar suas chances de ter sucesso atuando como cuidador escolar! Faça seu cadastro de aluno e comece hoje mesmo! 

Curso de Cuidador Infantil Online Grátis

Para ser um cuidador infantil não basta apenas gostar de crianças (apesar de esta ser uma característica importante)! Por ser uma profissão que requer um cuidado global das necessidades do desenvolvimento infantil, o profissional precisa ter noções básicas de diversos temas, como das fases de crescimento, nutrição infantil, patologias comuns, as brincadeiras adequadas para cada faixa etária, entre outros. Por ser assim, é de suma importância a qualificação profissional e o interesse pela formação continuada em áreas associadas, como contação de histórias, oficinas de arte, aleitamento materno, nutrição, etc.


Stories

Posts Recentes

  • Onde cai o valor do seguro-desemprego?
    Ao ser dispensado de um emprego sem justa causa (ou seja, sem ter cometido alguma falta grave), o trabalhador pode ter direito ao valor do seguro seguro-desemprego. Esse é um dos principais direitos trabalhistas estabelecidos pela legislação brasileira, com o propósito de oferecer suporte financeiro às pessoas que são pegas de surpresa com a demissão…
  • Pode juntar o tempo de duas empresas para receber o seguro-desemprego?
    O seguro-desemprego é um dos mais valiosos direitos trabalhistas que temos no Brasil. Trata-se de um benefício concedido aos trabalhadores que foram demitidos sem justa causa, e que atendem aos requisitos estabelecidos pela legislação responsável pelos direitos e condições de trabalho em nosso país.  O conhecimento acerca desse e outros direitos trabalhistas é essencial para…
  • Qual o valor máximo da parcela do seguro-desemprego?
    O seguro-desemprego representa um importante pilar da seguridade social, oferecendo assistência financeira temporária a trabalhadores que enfrentam o desafio do desemprego involuntário. Inserido no contexto dos Direitos Sociais da Constituição Federal, esse benefício, introduzido no Brasil em 1986, tem como propósito não apenas prover suporte financeiro durante o período de desemprego, mas também auxiliar na…
  • Qual é o valor do seguro-desemprego?
    Integrante fundamental da rede de proteção social, o seguro-desemprego é um benefício importante na vida dos trabalhadores, já que fornece suporte financeiro nos momentos de desemprego. Desde sua implementação, em 1986, esse sistema tem sido um importante instrumento para amenizar as consequências econômicas do desemprego, proporcionando uma transição mais suave para aqueles que enfrentam a…
  • Quem trabalha 4 meses tem direito a seguro-desemprego?
    O conhecimento acerca dos direitos trabalhistas é algo de suma importância para todo trabalhador, independente da sua categoria e área de atuação. Nesse contexto, saber como funciona o seguro-desemprego é essencial. Compreender como esse benefício funciona, quem tem direito a ele e como solicitá-lo, oferece diversas vantagens. Além de proporcionar uma fonte de renda temporária…
  • Quem tem direito a 5 parcelas de seguro?
    Se você foi dispensado do seu emprego sem ter cometido falta grave que leve à demissão por justa causa, pode ter o direito de acesso ao seguro-desemprego. Estamos falando de um dos mais importantes direitos trabalhistas do nosso país, estabelecido com o propósito de fornecer suporte financeiro a trabalhadores que se encontram desempregados. É dever…
  • Seguro-desemprego 2024: quem tem direito, como pedir e novas regras
    O seguro-desemprego é um benefício destinado principalmente aos profissionais empregados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que foram dispensados sem motivo justificado.  A demissão com justa causa ocorre devido a comportamento grave por parte do funcionário, permitindo ao empregador encerrar o contrato de trabalho. Mas, caso isso não tenha ocorrido,…
  • 10 Atividades complementares que podem transformar seu currículo
    A construção de um bom currículo profissional começa já na graduação, com as iniciativas e projetos com os quais os estudantes escolhem se envolver. Além das disciplinas da grade curricular, existem experiências que podem servir para  destacar o seu perfil profissiona, como é o caso das atividades complementares.  Se você está pensando em impulsionar o…
  • CNU – Concurso Público Nacional Unificado
    No dia 19 de janeiro, o Governo Federal abriu as inscrições para o Concurso Nacional Público Unificado, o CNU. A iniciativa, realizada pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), ficou conhecida popularmente como o “Enem dos concursos”, e tem gerado grande expectativa para trabalhadores de todo o Brasil que buscam uma oportunidade…
  • Qual a importância das horas complementares?
    Durante a graduação, sabemos que há muito mais coisas acontecendo além das aulas e dos prazos de trabalho a serem cumpridos. E é aí que entram as famosas horas complementares, aquelas atividades que muita gente faz só porque precisa, para corresponder aos requisitos da carga horária. Mas será que você tem dado o devido valor…
  • TOP 10 Cursos mais usados como horas complementares
    Em um cenário profissional cada vez mais competitivo, a busca por cursos que agreguem valor ao currículo tornou-se essencial. As horas complementares devem ser contabilizadas durante o período de graduação, como requisito para obter o diploma.  Assim, até se formar, o aluno acumula algumas experiências enriquecedoras que podem fazer toda a diferença para que ele…
  • Como conseguir 100 horas complementares rápido?
    Uma das muitas preocupações de quem faz faculdade é em relação à obtenção das horas complementares rápido, que correspondem a uma carga horária específica estabelecida por cada instituição de ensino.  Também chamadas de atividades complementares e ACCs (Atividade Complementar de Curso), elas têm o objetivo de fazer com que o estudante enriqueça seu currículo e…
  • Quais atividades contam como horas complementares?
    As atividades complementares são parte fundamental dos currículos acadêmicos, e desempenham um papel importante na formação de novos profissionais para o mercado de trabalho. Tratam-se de horas adicionais de atividades extracurriculares, que proporcionam aos estudantes oportunidades de aplicação prática dos conhecimentos adquiridos em sala de aula. Essa carga horária precisa ser cumprida antes do final…
  • Quantos meses é necessário para receber o seguro-desemprego?
    Quando alguém é demitido do seu emprego sem justa causa (ou seja, sem cometer alguma falta grave), essa pessoa pode adquirir acesso ao seguro-desemprego. Esse é um dos principais e mais vantajosos direitos trabalhistas previstos em lei, cuja finalidade é proporcionar apoio financeiro ao colaborador que se encontra desempregado.  Com a reforma trabalhista ocorrida no…
  • O que posso colocar em atividades complementares no currículo?
    Em qualquer currículo, é interessante reservar um espaço para acrescentar informações adicionais ou atividades complementares, que servem para agregar grande valor ao seu repertório profissional.  As atividades extracurriculares (também chamadas de Atividades Complementares de Curso – ACC) são um bom exemplo do tipo de informação que não deve faltar no seu currículo. Elas são como…

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.