11 Dicas para o Familiar Cuidador de Idoso

cuidador de idoso
o cuidador de pessoas mais velhas devem sempre conversar com o paciente

Apesar de muitas famílias optarem por contratar cuidadores de idosos profissionais, grande parte dos filhos e netos preferem cuidar dos familiares na terceira idade sozinhos. E embora não seja uma tarefa tão complicada, o familiar cuidador de idoso deve ter bastante conhecimento e paciência.

Normalmente, o familiar cuidador de idoso atua auxiliando nas atividades do dia a dia que já não são executadas com tanta facilidade como cozinhar, ir ao supermercado, limpar a casa e em alguns casos até mesmo tomar banho e vestir-se. Porém, quem cuida de idosos também devem se atentar ao seu bem-estar e principalmente ao seu emocional.

Leia também Qual a CBO de cuidador de idosos e quais são as exigências dessa classificação profissional?

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Pensando nisso, separamos 11 dicas que vão lhe auxiliar e otimizar o seu tempo, pensando sempre na saúde de quem está sendo cuidado. Veja a seguir!

11 dicas para o familiar cuidador de idoso

Auxilie apenas quando for necessário

Muitos idosos não se sentem bem ao receber ajuda no dia a dia por se sentirem inválidos, ou por imaginarem que estão atrapalhando. Pensando nisso, uma dica prestar auxílio durante a tarefa apenas quando o idoso realmente precisar, e deixá-lo fazer todas as atividades que tem condições sozinho, apenas com monitoramento.

idosa lavando louça sozinha
é importante que o idoso realize as tarefas que consegue sozinho

Durante essas atividades você pode instruí-lo e ajudá-lo com algumas dicas, e intervir apenas quando for realmente necessário.

2- Organize rotinas diárias

Alguns idosos podem acabar desenvolvendo doenças que atingem principalmente a memória, que também é afetada de modo natural com o passar dos anos. Para minimizar esse problema, você pode organizar horários fixos para banhos, refeições e até para o sono para transmitir segurança e tranquilidade para quem já está na terceira idade.

3- Converse sempre que possível

Geralmente os idosos passam muito tempo sozinhos, e ter alguém para conversar pode ser reconfortante em grande parte dos casos.

Você pode conversar sobre o tempo, as notícias ou outro assunto que faça-o exercitar a mente e fala como por exemplo, perguntar sobre outros entes queridos e ouvir as histórias que ele tem para contar.

Também é importante manter a comunicação e informá-lo sobre tudo o que será feito: horário do banho, quais medicações está tomando etc.

4- Pense sempre no conforto

Barras de segurança, realocação de móveis para maior espaço e mobilidade e aquisição de acessórios que facilitam o dia a dia do idoso é importante para mantê-lo sempre confortável e seguro.

Uma dica é colocar músicas relaxantes na hora do banho ou um pouco antes de dormir, estimulando a sensação de bem-estar.

5- Pratique sempre a paciência e o respeito

Ter paciência é algo extremamente importante para o familiar cuidador de idoso, já que nessa etapa da vida muitos realizam suas tarefas diárias com mais calma do que a maioria das pessoas. Além disso, você também deve ser paciente na hora de ouvir o que ele tem a dizer, e tentar entender seu ponto de vista e sentimentos em relação à idade e suas limitações.

6- Fique de olho em sinais e sintomas anormais

É essencial que você esteja sempre de olho em sinais e sintomas que possam significar doenças relacionadas à idade. Manchas pelo corpo, por exemplo, podem ser sintomas de condições que necessitam da intervenção médica, assim como dores de cabeça constante, náuseas e enjoos.

segurando na mão de idoso
atente-se a pequenas manchas na pele ou sinais de hematomas

Lembre-se de anotar tudo para relatar ao médico na consulta, o que fica mais fácil na hora de identificar qual pode ser o problema.

7- Estimule o relacionamento

Além de conversar com o idoso, você também deve abraçar e demonstrar afeto sempre que possível para preservar as relações sentimentais e valorizar sua convivência. Isso fará com que ele se sinta querido e menos solitário, além de estimular que expresse seus sentimentos e emoções.

Você também pode estimular o relacionamento com outras pessoas levando-o em teatros, museus, grupos de idosos e outros lugares que sejam benéficos para seu desenvolvimento social.

8- Ajude-o a lidar com suas dificuldades

Além de ajudá-lo a realizar as tarefas que são mais difíceis de serem executadas, você também deve estimular o idoso a lidar com as dificuldades e encorajá-lo a realizar as tarefas que consegue sozinho.

Isso fará com que ele se sinta mais útil, contribuindo para um aumento do bem-estar e ânimo.

9- Faça refeições pensando de forma saudável

Um idoso não deve ingerir açúcar, sal, industrializados e massas com muita frequência, já que esses alimentos são prejudiciais à saúde principalmente se ele for portador de doenças como diabetes e hipertensão.

Na hora de preparar as refeições prefira sempre alimentos frescos e naturais, e ofereça frutas na hora dos lanches.

Você também pode tirar dúvidas com o profissional que acompanha o idoso para saber quais são as opções mais saudáveis de acordo com o histórico clínico que ele apresenta.

10- Acompanhe nos exames e consultas

O familiar cuidador de idoso deve acompanhá-lo em consultas e exames, e anotar tudo o que o médico orientar em relação a enfermidades e limitações em decorrência da idade.

Além disso, anote em uma agenda a data de todas as consultas, exames necessários e exames preventivos anuais para não se esquecer, e também é importante ter um caderno de anotações com horário e dosagem de medicamentos para não se esquecer ou se perder no dia a dia.

acompanhando idoso em consultas
acompanhe o idoso nas consultas e exames e anote tudo o que for importante

Outra dica é deixar o medicamento em um local fora do alcance do idoso principalmente se o mesmo sofrer com perda de memória. Isso evita que ele ingira doses acima do recomendado, o que pode ser perigoso para a saúde.

11- Faça um curso se especializando

Outra dica para o familiar cuidador de idoso é realizar um curso preparatório para entender melhor como agir com o paciente. É a partir dele que você consegue tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e aprender mais sobre a maneira correta de lidar com pessoas da terceira idade visando sua saúde e bem-estar.

Agora que você viu dicas para o familiar cuidador de idoso que ajudam a simplificar essa tarefa, use todas elas para lhe auxiliar no dia a dia. Caso você queira se especializar no assunto, você também pode optar por cursos preparatórios que lhe ajudarão a se sentir mais seguro.

Curso Gratuito de Cuidador de Idosos Online

O cuidador de idosos, seja ele familiar ou profissional contratado, é peça importante na difícil tarefa de proporcionar e oferecer um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.

Com o curso de cuidador de idosos, você vai aprender as principais tarefas para atuar nessa área, e irá perceber que; cuidar de um idoso é muito mais que um trabalho; cuidar de um idoso é uma atitude de amor para com o próximo.

Aproveite essa oportunidade, aumente suas chances de sucesso com o Curso Online 100% Gratuito de Cuidador de Idosos da Prime Cursos, as vagas no mercado para cuidador de idosos estão crescendo a cada dia, podendo o profissional atuar em asilos e clínicas de repousos, ou cuidar de uma pessoa específica.

https://youtu.be/zjLpyp5BoDQ
Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui