Qual é a diferença de mangá e anime? Entenda de uma vez por todas

Naruto também faz parte dos animes mais lucrativos atualmente
Naruto também faz parte dos animes mais lucrativos atualmente

Apesar de muitas pessoas acabarem se confundindo, mangá e anime são coisas diferentes. No entanto, os dois estão interligados de alguma forma, já que diversos mangás viram animes e em alguns casos os animes dão origem a mangás de sucesso. Mas você sabe qual a diferença entre mangá e anime?

Os mangás têm se tornado cada vez mais popular especialmente no Brasil, apesar de terem surgido no Japão e se popularizado nos países asiáticos. Tudo isso graças aos enredos diferenciados e as tramas desenvolvidas com personagens fortes e dinâmicos, que junto com as características marcantes do mangá como olhos grandes e expressivos dão uma emoção a mais à trama.

Depois de alguns anos de sucesso dos mangás, os animes ganharam espaço e ganham cada vez mais atenção no mundo dos quadrinhos.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Confira agora qual a diferença entre mangá e anime!

O que é anime?

Anime, ou animê, é o nome dado às animações originadas no Japão, e tem como características principal o contraste, elementos temáticos da ficção científica e fantasia e cores brilhantes. Apesar de muitos acreditarem que animes são apenas séries animadas de televisão, também podem ser encontrados em filmes cinematográficos.

Dragon Ball é um exemplo de anime japonês que faz bastante sucesso mundialmente
Dragon Ball é um exemplo de anime japonês que faz bastante sucesso mundialmente

Embora atualmente os animes sejam produzidos em todo o mundo, algumas pessoas ocidentais categorizam apenas aqueles que são produzidos no Japão como animes, já que esse é seu país de origem.

O nome surgiu a partir da palavra animēshiyon, que é um empréstimo da palavra inglês animação. Por se tratar de um nome longo, naturalmente foi abreviado para anime.

Um dos animes mais importantes da história é o Dragon Ball, que de início surgiu como um mangá, fazendo parte da lista dos mangás mais vendidos do mundo.

O primeiro anime a ser exibido no Brasil foi Imokawa Mukozo, em 1917.

O que é mangá?

Enquanto isso, o  mangá é uma história em quadrinhos japonesa lida de trás para frente, e assim como os animes, é caracterizado por contrastes e cores exageradas, além de olhos expressivos e grandes nos personagens.

O nome surgiu a partir de duas palavras japonesas: man – que significa involuntário -, e – que quer dizer arte ou desenho. Dessa forma, mangá pode ser livremente traduzido como um desenho involuntário.

Uma das grandes diferenças do mangá para os quadrinhos tradicionais feitos ao mundo é que, além de serem produzidos em papéis de jornal, os mangás são impressos em preto e branco. Tudo isso para sustentar a ideia principal de tornar o produto mais barato e acessível para todos os públicos.

mangás são uma espécie de história em quadrinhos japonesas
mangás são uma espécie de história em quadrinhos japonesas

Além do mais, devido ao alfabeto japonês ser formado por ideogramas que transmitem palavras e pensamentos, as onomatopeias dos quadrinhos japoneses também fazem parte da arte, e são instrumentos importantes para a narrativa.

Vale lembrar que não são apenas as páginas que são invertidas e feitas de trás para frente, já que os diálogos também são invertidos e devem ser lidos da direita para a esquerda.

A forma de publicação também é diferente de quadrinhos tradicionais, já que os mangás japoneses são publicados em almanaques que reúnem diversos títulos. As que fazem maior sucesso ganham edições próprias com mais de 200 páginas por exemplar.

Leia também Quem foi o criador do mangá?

Qual a diferença entre mangá e anime?

A principal diferença entre ambos é que os animes são desenhos televisionados, enquanto os mangás são desenhos em quadrinhos. Isso quer dizer que o princípio de ambos são o mesmo, o que muda é apenas o veículo usado para entregar a trama ao público. 

Apesar de muitos animes serem inspirados em mangás, a maioria dos quadrinhos nunca são feitos em séries de animes.

Além disso, nem todo anime é inspirado em algum mangá, embora grande parte dos desenhos de sucesso surgiram a partir de quadrinhos que ganharam a atenção do público.

Existe alguma diferença entre animes ocidentais dos orientais?

Os animes orientais são desenhados com cores e formas exageradas, principalmente as características faciais dos personagens. É por essa razão que é muito fácil diferenciar um anime oriental de um acidental, já que os orientais costumam adicionar olhos muito grandes e expressivos nos personagens.

As Três Espiãs Demais é um exemplo de anime ocidental
As Três Espiãs Demais é um exemplo de anime ocidental

Em contrapartida, os animes ocidentais contam com menos expressões exageradas e chegam mais perto as feições reais, como desenhos comuns que encontramos em televisões.

Depois de ver qual a diferença entre mangá e anime, ficou mais fácil identificar o que é cada um deles. É importante ressaltar que embora estejam interligados, nem sempre um mangá de sucesso chega a ir às telas em forma de anime.

Curso de Desenho de Mangá e Anime

Mangás são histórias em quadrinhos desenhadas no “estilo japonês”. Os animes (“animê”) seriam as versões animadas (para televisão, cinema), desses desenhos. São desenhos muito populares não apenas no Japão, mas no mundo todo.

No curso grátis de Desenho de Mangá/Anime básico, o aluno aprenderá as técnicas mais fundamentais desse tipo de desenho, como os materiais necessários para começar, como desenhar perfil, boca, mãos, pés, etc, Como desenhar ações e combates dentre outros.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui