direitos e deveres do cuidador de idosos

Quais os direitos e deveres do cuidador de idosos?

Apesar de muitos não saberem, os cuidadores de idosos são profissionais que se enquadram nos empregados domésticos, o que significa que é possível ter a carteira assinada. Mas você conhece os direitos e deveres do cuidador de idoso?

Antes de 2015 o trabalhador doméstico não era regulamentado pela Consolidação das Leis Trabalho (CLT), ou seja, ele não se enquadra nas normas da CLT. Porém, com a criação da PEC das Domésticas (Proposta de Emenda Constitucional), isso foi alterado. A partir dessa mudança, os direitos e deveres trabalhistas do cuidador de idosos, que se enquadra no trabalho do lar, também foram incluídos na CLT. 

Para que você entenda melhor quais são os direitos e deveres dos profissionais que atuam nessa área, separamos alguns tópicos explicativos que lhe auxiliarão a tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. Veja a seguir!

Quais os direitos e deveres do cuidador de idosos?

Direitos

1- Carteira de trabalho assinada

A CTPS ( Carteira de Trabalho e Previdência Social), é um documento obrigatório para todo o prestador de serviço em território nacional incluindo serviços industriais, comerciais, domésticos, entre outros. 

carteira de trabalho
é direito do cuidador de idoso ter a carteira assinada

A carteira de trabalho deve conter todos os registros do empregador e do empregado, assim como as especificações das funções que serão desempenhadas pelo trabalhador. Sendo assim, nela deverão constar: 

  • data de admissão;
  • nome completo;
  • CPF e endereço do empregador;
  • local do estabelecimento;
  • onde as atividades serão executadas;
  • cargo ou funções;
  • o CBO ( Classificação Brasileira de Ocupações)
  • valor salarial;
  • condições do pagamento;
  • assinatura do empregador.

Todos esses dados devem ser preenchidos pelo contratante em um prazo de 48 horas após a entrega da carteira do empregado ao empregador. Além disso, a data do ínicio dos trabalhos deve ser contada a partir do dia em que o funcionário começa a desempenhar suas funções profissionais. Portanto, não é permitido pela CLT que o funcionário trabalhe nem mesmo o período de experiência sem estar devidamente registrado.

2- Descanso semanal remunerado

Consta no TST (Tribunal Superior do Trabalho) que o repouso semanal do trabalhador é um direito do empregado e deve ser respeitado pelo contratante, assim como a remuneração do dia de descanso.  

3- Direito a um salário-mínimo

De acordo com o parágrafo 7º da Constituição Federal, o cuidador de idoso tem direito a um salário mínimo, podendo ocorrer um aumento de valor de acordo com a sua experiência. Caso ocorra um aumento salarial, as alterações devem constar na carteira, não sendo permitido que o profissional receba menos do que esse valor.

4- Férias de 30 dias por ano 

Passados 12 meses da data de admissão do funcionário, é direito do mesmo desfrutar de suas férias remuneradas de 30 dias e o contratante deve efetuar o pagamento de pelo menos ⅓ do salário do empregado durante o mês de descanso.

5- Feriados 

Com a criação da PEC das Domésticas, o cuidador de idosos conquistou o direito de descanso em feriados civis e religiosos. Caso houver a necessidade de trabalho durante essas datas, o empregador terá a obrigação de pagar horas extras pela carga horária exercida nesses dias.

6- 13º salário

O 13º salário também faz parte dos direitos e deveres do cuidador de idosos, e é uma espécie gratificação do patrão pelos serviços prestados durante o ano, baseado no valor de seus vencimentos mensais registrados em carteira. Essa bonificação é dividida em 2 parcelas, que geralmente são pagas no decorrer do segundo semestre, e seu prazo de quitação termina no dia 20 de dezembro.

cuidador de idoso auxiliando na leitura
o cuidador de idoso também tem direito ao 13º salário

Entretanto, se o cuidador quiser receber um adiantamento do seu 13º em razão de férias, por exemplo, deve requerê-lo no primeiro mês do ano, como está previsto na Lei 4.090 da Constituição Federal.

7- Seguro desemprego

O seguro desemprego é um benefício exclusivo de quem trabalhava com carteira assinada e foi dispensado sem justa causa. No entanto, o profissional só tem acesso a esse pagamento se tiver trabalhado por pelo menos 15 meses seguidos no mesmo emprego.

Qual o período para requisitar o seguro desemprego?

O empregado pode entrar com o pedido do seguro desemprego até 120 dias após a data da demissão. Contudo, o cuidador de idosos podem requisitar o pagamento já no 7º dia após ter sido demitido.

Qual o valor do seguro desemprego o cuidador pode receber?

O valor do do auxílio é de um salário mínimo, porém, de acordo com a PEC das Domésticas o cuidador de idosos pode receber um valor a mais devido a multa do FGTS ( Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Com isso, o profissional tem direito a receber 3,2% a mais do que qualquer outro profissional em caso de demissão sem justa causa.

Quantas parcelas são pagas?

O valor pode ser recebido em 3 a 5 parcelas, dependendo de quantas vezes o auxílio já foi requisitado pelo trabalhador e de quanto tempo o cuidador permaneceu no emprego antes da demissão.

Quais documentos são necessários para dar entrada no seguro desemprego?
  • pedido de seguro desemprego ou carta de demissão, entregues pelo empregador que efetuou a demissão;
  • carteira de trabalho;
  • termo de encerramento do contrato trabalhista;
  • documento original com foto e;
  • CPF;
  • inscrição no PIS/PASEP (Programa de Interação Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público);
  • número do PIS;
  • comprovante de endereço.
Quais exigências para o cuidador de idoso solicitar o seguro desemprego?

Essas são as exigências impostas pelo governo federal, para que o cuidador de idosos possa receber o auxílio desemprego:

  • ser demitido sem justa causa;
  • ter no mínimo 15 meses de FGTS recolhido como cuidador de idosos;
  • ser contribuinte da Previdência Social, e ter contribuído pelo menos 15 meses com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);
  • não ter nenhuma renda extra que possa suprir as necessidades básicas de uma família;
  • o cuidador não pode receber o seguro se for aposentado, ou estiver recebendo qualquer outro benefício do INSS, a não ser pensão por morte ou auxílio acidente.
Por onde o cuidador de idosos pode receber o benefício?

O empregado pode receber o dinheiro de 3 maneiras diferentes:

  • com o cartão cidadão fornecido pela Caixa Econômica Federal, podendo sacar o benefício nas lotéricas ou no caixa eletrônico;
  • em dinheiro nas agências da Caixa;
  • através de depósitos em conta corrente ou poupança da Caixa.

8- Licença maternidade remuneradas pelo INSS

A licença maternidade é um período de afastamento das funções profissionais, atribuída a todas a mulheres que desempenhem qualquer função no mercado de trabalho.

Sendo assim, a trabalhadora doméstica tem o mesmo período de licença maternidade que qualquer outra mulher que trabalhe de carteira assinada no Brasil. A duração é de 4 meses após o parto.

10- Ser comunicado com antecedência de sua demissão

O cuidador de idosos tem o direito de saber que será dispensado de suas funções pelo menos um mês antes da demissão ocorrer. Por isso, se o patrão quiser que a demissão seja imediata, ele deverá arcar com o valor do salário do empregado referente a 30 dias. Além disso, terão que ser contabilizados acertos mediantes ao tempo de serviço, férias e 13º, como está previsto na lei nº 5.542, art. 487.

11- Fazer parte da Previdência Social

Também está incluso nos direitos e deveres do cuidador de idosos a Previdência Social. O percentual de 12% deve ser descontado de seu salário mensalmente, para contribuir com sua futura aposentadoria.  

12- Direito a vale-transporte

De acordo com a lei nº 7.418, pautada no decreto nº 95.247, está incluso nos direitos e deveres do cuidador de idosos receber vale-transporte. Esse decreto permite que em caso de utilização de transporte público ou municipal, o cuidador de idoso possa contar com um auxílio disponibilizado mensalmente pelo seu patrão.

Entretanto, o funcionário deverá comprovar através de tickets o deslocamento de casa até o trabalho e o retorna à sua residência.

13- Direitos que poderão ser descontados do cuidador

  • atrasos e faltas sem justificativa comprovada;
  • dia de descanso quando houver faltas ou atrasos sem justificativas comprovadas;
  • contribuição com a Previdência Social;
  • pensão alimentícia no caso de divórcio do empregado;
  • telefonemas durante o horário de serviço.

14- Jornada de trabalho e hora extra

A jornada de trabalho do cuidador de idoso é de 8 horas por dia, ou 44 horas por semana. Porém, isso não é regra, e é permitido uma negociação da jornada de trabalho do cuidador com seu contratante. É possível que o empregado trabalho em uma jornada de 12 horas seguidas, e descanse 36 horas, por exemplo.

cuidador de idoso noturno
o cuidador de idoso noturno tem direito a horas extras

Contudo, deve-se controlar a carga horária diária e os dias de descanso para evitar a exaustão do funcionário e não ultrapassar o limite de horas semanais.

Excedendo o prazo de 44 horas por semana o cuidador de idosos deverá receber a mais pelos serviços adicionais prestados. Com isso, passando de 44 horas semanais de serviço, deverá ser acrescentado uma porcentagem do salário mínimo, e aos domingos e feriados deve-se acrescentar 100% de hora extra ao cuidador.

Além disso, o cuidador de idoso que trabalha durante a noite também tem direito ao adicional noturno.

Leia mais sobre a carga horária do cuidador de idoso clicando aqui!

15- Faltas que podem ser justificadas pelo cuidador de idosos

Apesar do contratante poder descontar as faltas sem aviso ou motivo, em alguns casos o cuidador de idoso tem direito e ser dispensado para realizar as tarefas que são consideradas essenciais.

O cuidador de idosos tem o direito de abandonar o serviço com as seguintes justificativas:

  • 2 dias em caso de falecimento do cônjuge, familiar, parente próximo ou pessoas dependentes do empregado com a comprovação em carteira de trabalho e Previdência Social;
  • 3 dias em caso de matrimônio do cuidador;
  • 1 dia em virtude do nascimentos de filhos durante a jornada de trabalho;
  • 1 dia a cada um ano no caso de doação de sangue comprovada;
  • 2 dias que podem ou não serem consecutivos, a fim de solicitar o título eleitoral, conforme regulamenta a lei;
  • em dias que o funcionário for realizar provas para cargos públicos, ou em caso de vestibular;
  • em caso de comparecimento ao juíz;
  • no caso de enfermidade comprovada.

16- Cálculo correto das férias

O período de descanso dos trabalhadores domésticos podem ser divididos em duas partes. Como o período regulamentado para as férias são de 30 dias, o cuidador deve acordar com seu patrão as condições de suas férias, com no mínimo 15 dias de duração. 

Contudo, quando o cuidador tem sua carga horária no trabalho reduzida a 25 horas por semana o tempo regulamentado para as férias variam de 8 a 18 dias. Com isso, os dias de férias devido a jornada de trabalho do doméstico são:

  • 18 dias para uma jornada de 25 horas por semana;
  • 16 dias para uma jornada de até 22 horas por semana;
  • 14 dias para uma jornada de 20 horas por semana;
  • 12 dias para uma jornada de 15 horas por semana;
  • 10 dias para uma jornada de 10 horas por semana;
  • 8 dias para uma jornada de 5 horas por semana.

17- Cálculo de descanso correto

Consta na PEC das Domésticas que se o cuidador de idosos ultrapassar uma carga horária de 6 horas por dia, ele tem o direito a uma hora de descanso. Se por um acaso,  essa pausa para o descanso não for respeitada, o empregado deve receber adicional por essa hora a mais feita no mesmo dia. 

Contudo, se o cuidador tiver uma jornada de trabalho entre 4 e 6 horas seguidas, deve-se fazer uma pausa de pelo menos 15 minutos, enquanto que jornadas menores de 4 horas não necessitam de descansos.

Caso o funcionário more nas dependências de seus patrões, tem direito a pelo menos uma pausa de 1 hora e no máximo 4 horas de intervalo por dia. 

18- O que o patrão não pode descontar do cuidador de idosos

Fica terminantemente proibido segundo a PEC das Domésticas o empregador descontar do salário do empregado doméstico vale-alimentação, uniforme, moradia e itens de higiene pessoal. 

Além disso, em virtude de viagens com o seu paciente, o contratante não pode descontar do salário do cuidador as despesas com passagem, hotel e alimentação.

Despesas como plano de saúde, vale-transporte, adiantamento salarial, previdência e seguro podem ser descontados do trabalhador contanto que não excedam 20% dos ganhos mensais do cuidador.

19- Direito a recolhimento do FGTS

O FGTS deve ser recolhido mensalmente por todo empregador no valor de 8% do salário. Contudo, para os cuidadores de idoso a porcentagem é de 3,2% do valor do salário de modo que o trabalhador não fique desprotegido quando a um rompimento do contrato de trabalho inesperado. 

Deveres do cuidador de idosos

As funções que o cuidador de idosos irá desempenhar depende do estado de saúde de seu paciente, de seu estilo de vida e da rotina da casa. Sendo assim, suas atividades profissionais deverão ser combinadas com seus patrões. 

No geral, o cuidador de idosos deve:

  • cuidar da saúde do idoso;
  • administrar os medicamentos do idoso;
  • cuidar da higiene pessoal do paciente;
  • auxiliar na alimentação;
  • elaborar o cardápio com auxílio do médico do idoso;
  • fazer companhia ao idoso;
  • estimular a auto-estima, 
  • incentivar o convívio social;
  • realizar atividades ao ar livre com seu paciente;
  • manter o ambiente limpo e organizado;
  • cuidar para que o idosos possa circular por todos os cômodos livremente;
  • estimular a independência do paciente.

Leia mais sobre as responsabilidades do cuidador de idosos clicando aqui!

Agora que você já sabe quais são os direitos e deveres do cuidador de idosos, ficou mais fácil entender todos os benefícios que esse profissional tem direito a receber. Vale ressaltar que apesar do cuidador ter direito a um salário mínimo, esse valor pode ser maior para trabalhadores qualificados e com maior experiência.

Curso Gratuito de Cuidador de Idosos Online

O cuidador de idosos, seja ele familiar ou profissional contratado, é peça importante na difícil tarefa de proporcionar e oferecer um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.

Com o curso de cuidador de idosos, você vai aprender as principais tarefas para atuar nessa área, e irá perceber que; cuidar de um idoso é muito mais que um trabalho; cuidar de um idoso é uma atitude de amor para com o próximo.

Aproveite essa oportunidade, aumente suas chances de sucesso com o Curso Online 100% Gratuito de Cuidador de Idosos da Prime Cursos, as vagas no mercado para cuidador de idosos estão crescendo a cada dia, podendo o profissional atuar em asilos e clínicas de repousos, ou cuidar de uma pessoa específica.


Stories

Posts Recentes

  • Como a função do síndico profissional transforma seu condomínio?
    Um síndico profissional é um gestor especializado responsável pela administração de condomínios, seja residencial ou comercial. Diferentemente de um síndico residente, que geralmente é um morador eleito para administrar o condomínio de forma temporária e muitas vezes sem remuneração, o síndico profissional é contratado especificamente para essa função e é remunerado pelo seu trabalho. A…
  • Descubra Qual o Salário de um Síndico Profissional no Brasil
    Um síndico profissional é uma pessoa contratada para gerenciar e administrar um condomínio. Ele é responsável por garantir que o prédio esteja em boas condições, que os moradores estejam satisfeitos e que as finanças do condomínio estejam em ordem. Mas qual é o salário de um síndico profissional? De acordo com o site Salario.com.br, o…
  • Quais as vantagens de possuir uma recepcionista em sua empresa?
    Por muito tempo o papel principal da recepcionista dentro das empresas se restringia a atender o telefone e recepcionar os clientes. Hoje, esse profissional evoluiu para se tornar um elemento chave na criação de uma boa primeira impressão que clientes, parceiros e potenciais colaboradores têm da empresa. Assim, a presença de uma recepcionista habilidosa traz…
  • Modelo de Currículo Simples para Auxiliar de Escritório
    Se você concluiu o curso de Auxiliar de Escritório pela Prime Cursos do Brasil e está em busca da sua primeira oportunidade na área administrativa, temos uma excelente notícia para você! Desenvolvemos um modelo de currículo simples especialmente para quem já possui o certificado do curso, abrangendo todas as habilidades e conhecimentos adquiridos. Este modelo…
  • Guia: como gerenciar tarefas simultâneas como recepcionista
    Gerenciar tarefas simultâneas pode ser um grande desafio para recepcionistas. Com diversas demandas e responsabilidades, é fácil se sentir sobrecarregado e perder o controle das atividades diárias. No entanto, com algumas estratégias de gerenciamento de tempo e organização, é possível manter-se produtivo e eficiente, mesmo em situações de alta pressão. Uma das principais dicas para…
  • Dicas para entrevistas de emprego para recepcionistas: como se destacar na seleção
    As entrevistas de emprego pode causar muita ansiedade para várias pessoas, especialmente para aqueles que estão procurando emprego na área de recepcionista. No entanto, com algumas dicas úteis, os candidatos podem se preparar adequadamente para a entrevista e aumentar suas chances de sucesso. A primeira dica importante é pesquisar sobre a empresa e a posição…
  • 10 Qualidades Indispensáveis para uma recepcionista profissional
    A recepcionista é o cargo que está a frente da empresa, sendo o primeiro contato do publico com o estabelecimento. E para desempenhar suas tarefas diárias é necessário algumas qualidades essenciais. Esta posição, por natureza, exige uma abordagem equilibrada entre habilidades pessoais e profissionais, pois o recepcionista precisa gerenciar tanto as expectativas dos visitantes quanto…
  • Onde uma recepcionista pode trabalhar? Descubra as opções de carreira para recepcionistas
    Uma recepcionista é uma profissional que trabalha na recepção de uma empresa, organização ou instituição para receber visitantes e clientes. Ela é a primeira pessoa que um visitante encontra ao chegar ao local e é responsável por fornecer informações sobre os serviços ou produtos oferecidos. Além disso, ela também pode ser encarregada de tarefas administrativas,…
  • Quais as funções de uma recepcionista? Conheça a profissão
    O papel do recepcionista é fundamental em qualquer empresa, seja ela pequena ou grande. Ele é responsável por ser o primeiro contato do cliente com a empresa e, por isso, deve ser capaz de transmitir uma imagem positiva e acolhedora. Mas quais são exatamente as funções do recepcionista? Em geral, o recepcionista é responsável por…
  • Como é o trabalho de uma recepcionista: responsabilidades e habilidades necessárias
    A rotina de uma recepcionista pode variar de acordo com o local que ele atua, mas geralmente suas tarefas de rotina estão sempre conectadas a funções administrativas e de organização. O trabalho de uma recepcionista é recepcionar e atender os clientes e visitantes, fornecendo informações, direcionando-os para a pessoa ou departamento correto e, em geral,…
  • Quantas horas tem a jornada de trabalho de uma recepcionista?
    A jornada de trabalho de um recepcionista é um aspecto fundamental que define tanto a dinâmica de seu cotidiano profissional quanto a qualidade de sua vida pessoal. Em diversas indústrias, a carga horária desses profissionais pode variar significativamente, influenciada por fatores como legislação trabalhista, demandas diárias e políticas internas das empresas. Neste texto, exploraremos detalhadamente…
  • Quanto ganha uma recepcionista: Salário médio e fatores que influenciam
    Uma das perguntas mais comuns que as pessoas fazem quando consideram entrar na profissão de recepcionista é “Quanto ganha uma recepcionista?” É uma pergunta importante, já que o salário é um fator chave na decisão de escolher uma profissão. A resposta para essa pergunta depende de vários fatores, como localização, experiência e habilidades específicas. De…
  • O que é necessário para ser recepcionista: qualificações e requisitos
    Para ser um recepcionista de sucesso, é necessário ter diversos requisitos e características. Além de ser capaz de lidar com pessoas e ter uma boa comunicação, é importante ter organização, capacidade de multitarefa e conhecimento em informática. O recepcionista é a primeira pessoa que os clientes ou visitantes encontram quando chegam a uma empresa ou…
  • O que é e como funciona o código Q?
    O Código Q é um conjunto padronizado de três letras que é usado para fazer perguntas pré-definidas em comunicações de rádio. Ele pode ser utilizado por porteiros, vigilantes e controladores de acesso para a comunicação dentro das dependências do local de trabalho. Ele também é amplamente utilizado por militares, polícia, serviços de emergência, aviação e…
  • Como funciona uma jornada de trabalho de 12×36: regras e direitos
    Uma jornada de trabalho de 12×36 é um modelo de trabalho que permite ao colaborador trabalhar por 12 horas seguidas e descansar nas próximas 36 horas. Essa jornada é comum em setores que necessitam de operação contínua, como saúde e segurança. Nesse modelo de trabalho, o colaborador trabalha por 12 horas seguidas, com um intervalo…

Posts Similares

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.