Qual o piso salarial de um vendedor comissionado?

Qual o piso salarial de um vendedor comissionado
Qual o piso salarial de um vendedor comissionado

Vendedor de loja. Receber o salário através de comissão é uma forma de remuneração muito comum, especialmente para funcionários que trabalham na função de vendedores de estabelecimentos comerciais.

Nesse formato, o profissional recebe um determinado percentual, geralmente calculado em cima das vendas efetivamente concretizadas. 

Continue a leitura para saber mais sobre o trabalho do vendedor comissionado, quanto ganha essa função e demais detalhes. 

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Quanto ganha um vendedor comissionado?

As comissões podem ser trabalhadas de duas maneiras. A primeira e mais comum é acrescendo a comissão a uma parte fixa do salário combinado entre lojista e funcionário. A outra opção é remunerar o empregado através do cálculo com base nas vendas efetuadas, o que é chamado de comissionista puro.

Nesse último caso, é assegurado o recebimento de pelo menos um salário mínimo, ainda que as comissões das vendas mensais não atinjam esse valor. Esse direito está previsto no artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal.

A média salarial para vendedor comissionado no Brasil é de R$ 1.540, o que pode variar de acordo com a região do país, o tamanho e o setor do estabelecimento. No cargo de vendedor comissionado, se inicia ganhando um valor aproximado de R$ 1.240, sendo que um vendedor experiente pode ganhar até R$ 2.170.

Confira a seguir mais detalhes a respeito da comissão dos vendedores. 

Como funciona a comissão dos vendedores?

A comissão sobre as vendas, que é a mais comumente adotada, envolve o cumprimento de metas preestabelecidas pela empresa, e o cálculo entre a remuneração média oferecida pelo mercado e as comissões pagas pelos concorrentes. O salário do vendedor que cumpre as metas estabelecidas pode ser calculado da seguinte forma: salário fixo + comissões

Entenda como funciona a comissão de um vendedor

O ideal e mais justo é que o valor pago se aproxime dos valores praticados no mercado por profissionais do mesmo setor e com a mesma experiência. O cálculo da comissão geralmente envolve um percentual do faturamento obtido pela empresa ou por venda realizada pelo funcionário. Mas há outras formas de realizar esse cálculo. Saiba mais a seguir. 

Outras formas de calcular a comissão dos vendedores

Como citado acima, a comissão por venda é a mais comum no setor, e é calculada a partir de um percentual fixo por venda. Os valores podem ser repassados após o pagamento do cliente ou juntamente com o salário mensal, conforme for melhor para o lojista e os funcionários.

Esse tipo de comissionamento é muito fácil de implementar e por isso tem muita aderência, mas não é o único formato possível. Conheça outras opções a seguir. 

Vendedor- Comissão por faturamento 

Esse tipo de comissão é calculado tendo como base as vendas totais da empresa, levando em consideração que o faturamento é a receita bruta, sem retirada de custos.

É uma opção que pode ser muito interessante para o lojista, já que permite que ele estabeleça um valor de faturamento como meta a ser alcançada para que as comissões sejam liberadas.

Dessa forma, os objetivos do proprietário do estabelecimento ficam assegurados e a exposição ao risco e prejuízos é menor. Além disso, a equipe de vendas estará mais motivada a bater as metas para conseguir obter a comissão. 

Comissão por margem de lucro

A comissão por margem de lucro é um pouco mais complexa do que a comissão por faturamento, uma vez que envolve também o cálculo do lucro. É uma opção que tem suas vantagens, já que por estar ligada à lucratividade do negócio, pode proporcionar maior sustentabilidade à empresa. 

Ao adotar esse formato, o vendedor recebe uma porcentagem fixa de acordo com a venda realizada, mas o cálculo é feito tendo como base o lucro obtido. Nesse tipo de comissionamento, é necessário ter na ponta do lápis todos os custos diretos e indiretos, de modo a fazer o cálculo corretamente e manter a transparência com toda a equipe.

Comissão por recebimento

Empresas que vendem a prazo e recebem os pagamentos de forma parcelada podem achar essa forma de comissão mais vantajosa. É o caso de muitas lojas de roupas e calçados que trabalham com pagamento através de crediários e carnês.

Atenção para não confundir com a comissão por faturamento, que é repassada a partir do montante vendido, independente se já foi arrecadado ou não. Na comissão por recebimento, o valor só é repassado ao vendedor após a empresa receber o valor da venda. Isso possibilita um maior controle sobre o fluxo de caixa da empresa, algo muito vantajoso para o lojista e a segurança financeira do estabelecimento.

Além disso, também serve como incentivo para que os vendedores tentem realizar vendas à vista, já que o retorno da comissão será mais rápido. 

Vendedor- Bônus por rendimento

Essa é uma excelente opção para quem deseja bonificar vendedores de destaque, sejam aqueles que mais fecharam vendas, os que se mostraram mais engajados com os valores da empresa ou os funcionários que mais tiveram evolução ao longo do tempo de trabalho. 

Veja como funciona a comissão por recebimento

O bônus por rendimento é uma maneira de reconhecer o trabalho dos funcionários, e ajuda a manter toda a equipe motivada a fazer um bom serviço e obter melhores resultados. 

Isso deve ser feito de maneira planejada, adequando-se às estratégias e metas da empresa, bem como às suas necessidades e possibilidades. Para isso, o lojista pode ter os seguintes fatores como base: faturamento, lucro, renovação de estoque, vendas à vista, necessidade de venda de um determinado produto, etc. 

A remuneração em dinheiro não precisa ser a única forma de repassar esse bônus. Ele também pode ser convertido em presentes, viagens, certificações, cursos de aperfeiçoamento, e assim por diante. 

Agora que você já conhece os tipos de comissão adotadas pelo setor do comércio, conta pra gente: qual deles te parece mais atrativo? 

Curso Online de Vendedor de Loja Grátis

Que tal fazer um curso online? O Curso online de Vendedora de Loja da Prime Cursos tem todo o embasamento legal constituída no decreto presidencial nº5.154, além do curso seguir toda a metodologia e normas do MEC. Ao todo, são 30h de aulas divididas em mais de 20 módulos inéditos.

As vantagens de você ter um certificado da Prime Curso, é que além dele atualizar o seu currículo e aumentar suas chances de conseguir um emprego, ele também promove possibilidade de promoção e ainda te ajuda em desempate em caso de concurso público. Então, faça sua inscrição e aproveite a oportunidade!

Curso de Vendedor de Loja Online e Grátis

Agora que você conhece um pouco mais sobre essa profissão, percebe o quanto ela é valiosa e duradoura, que tal se aprofundar fazendo um curso online grátis? O Curso de vendedor de loja online grátis pode ser feito no portal da Prime Cursos, e você pode conferir muito mais cursos de vendas!

Ele é gratuito, 100% online e poderá colocá-lo no seu currículo, acrescentando ainda mais experiência na área. Aproveite que as inscrições são 100% gratuitas, também.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.