é importante falar sobre os objetivos de aplicar a ginástica laboral dentro da empresa

A ginástica laboral pode prevenir doença ocupacional?

A doença ocupacional pode ser ocasionada, principalmente, por Lesões por Esforços Repetitivos ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT).

Entretanto, há formas de prevenção/diminuição do surgimento de tais enfermidades, utilizando como exemplo a prática de atividade física durante a jornada de trabalho – denominada ginástica laboral – conforme iremos analisar a seguir.

Mulher com dor no pescoço durante o trabalho podendo ser enquadrado como doença ocupacional
O surgimento de doença ocupacional pode ser prevenido/reduzido com uma série de exercícios a serem praticados durante o labor.

O que é doença ocupacional?

O termo “doença ocupacional” foi estabelecido com a Lei n. 8213/91, a qual implementou o Plano de Benefícios da Previdência Social. Assim, em seu artigo 20, inciso I, denomina “doença profissional” como aquela que fora “produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade e constante da respectiva relação elaborada pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social“.

Diferencia-se da “doença do trabalho” em razão do agente causador da enfermidade não ser especificamente a atividade exercida, e sim relacionada ao local de trabalho que exerce suas funções. No artigo 20, inciso II, conceitua como “adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacione diretamente, constante da relação mencionada no inciso I“.

Exemplos de doença ocupacional

  • Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT)
  • Lesões por esforços repetitivos (LER)
  • Surdez temporária ou definitiva
  • Dermatose ocupacional
  • Doenças psicossociais
  • Antracose pulmonar
  • Asma ocupacional
  • Dorsalgias
Homem com dor na região lombar podendo ser enquadrado como doença ocupacional
A dorsalgia é uma das enfermidades classificadas como doença ocupacional.

Como prevenir o surgimento dessa doença?

Há diversos meios de prevenção de acordo com o ambiente de trabalho e a função exercida pelo trabalhador. Em publicação feita pela Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT), fora demonstrada algumas formas de prevenção das principais doenças ocupacionais:

  • Adequação da mobília do local de trabalho
  • Programas de incentivo à prática de atividade física
  • Incentivo para promover boas relações interpessoais
  • Análise ergonômica da estrutura oferecida pela empresa
  • Estipular pausas e exercícios preparatórios/compensatórios
  • Acompanhamento profissional voltado para saúde mental do colaborador
  • Uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) de acordo com a necessidade

A relação da NR 17 com o tema

A Norma Regulamentadora n. 17 (Ergonomia) dispõe sobre “diretrizes e os requisitos que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar conforto, segurança, saúde e desempenho eficiente no trabalho“.

Podemos conceituar ergonomia, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), como “aplicação das ciências biológicas humanas em conjunto com os recursos e técnicas da engenharia para alcançar o ajustamento mútuo, ideal entre o homem e o seu trabalho, e cujos resultados se medem em termos de eficiência humana e bem-estar no trabalho“.

Segue um exemplo de vídeo publicado acerca da ergonomia em teletrabalho:

O denominado risco ergonômico é caracterizado pela Fiocruz como:

  • Esforço físico
  • Levantamento de peso
  • Postura inadequada
  • Controle rígido de produtividade
  • Situação de estresse
  • Trabalhos em período noturno
  • Jornada de trabalho prolongada
  • Monotonia e repetitividade
  • Imposição de rotina intensa

Por isso, uma das formas de se adaptar ao dispositivo NR 17 é a implantação de ginástica laboral. Como forma de prevenir/diminuir os riscos ergonômicos, dependendo da necessidade local, a prática de atividade física durante o trabalho pode trazer benefícios aos colaboradores.

Como a ginástica laboral pode auxiliar?

Conforme mencionado anteriormente, a ginástica laboral pode trazer benefícios para quem adota a sua prática diária durante a jornada de trabalho.

Podemos listar benefícios físicos, fisiológicos, psicológicos e sociais. Sendo alguns dos exemplos a melhora nas relações interpessoais, diminuição do sedentarismo, prevenção de doença ocupacional, redução do estresse ocasionado pelo trabalho…

Grupo de pessoas fazendo ginástica laboral para prevenção de doença ocupacional
Praticar atividade física durante a jornada de trabalho pode trazer benefícios, sendo um deles a prevenção de doença ocupacional.

Ao realizar os exercícios de alongamento, proporciona uma melhora na postura e previne eventuais problemas de circulação na região dos membros inferiores, além de garantir uma sensação de relaxamento da musculatura.

Sendo assim, a ginástica laboral pode auxiliar na prevenção de doenças ocupacionais se implantado da maneira correta na rotina de trabalho. Os colaboradores podem colher os frutos da prática da atividade, bem como, a própria empresa.

Curso de Ginástica Laboral Grátis

O Curso Grátis de Ginástica Laboral é um curso totalmente gratuito para qualificação profissional, onde o aluno aprenderá todos os conhecimentos fundamentais que a profissão requer, seja você um colaborador interessado em praticar os exercícios, ou profissional da área buscando especialização na técnica abordada.

Curso de Ginástica Laboral

Neste curso você irá aprender ferramentas fundamentais para o seu sucesso na profissão, são elas: história; classificações; a ginástica e a prevenção de doenças ocupacionais; os principais tipos e as causas das doenças ocupacionais; benefícios da ginástica laboral; ginástica laboral preparatória, compensatória, corretiva e de relaxamento; benefícios do alongamento; alongamento no local de trabalho; como implantar um programa de ginástica laboral.


Stories

Posts Recentes

  • Como a função do síndico profissional transforma seu condomínio?
    Um síndico profissional é um gestor especializado responsável pela administração de condomínios, seja residencial ou comercial. Diferentemente de um síndico residente, que geralmente é um morador eleito para administrar o condomínio de forma temporária e muitas vezes sem remuneração, o síndico profissional é contratado especificamente para essa função e é remunerado pelo seu trabalho. A…
  • Descubra Qual o Salário de um Síndico Profissional no Brasil
    Um síndico profissional é uma pessoa contratada para gerenciar e administrar um condomínio. Ele é responsável por garantir que o prédio esteja em boas condições, que os moradores estejam satisfeitos e que as finanças do condomínio estejam em ordem. Mas qual é o salário de um síndico profissional? De acordo com o site Salario.com.br, o…
  • Quais as vantagens de possuir uma recepcionista em sua empresa?
    Por muito tempo o papel principal da recepcionista dentro das empresas se restringia a atender o telefone e recepcionar os clientes. Hoje, esse profissional evoluiu para se tornar um elemento chave na criação de uma boa primeira impressão que clientes, parceiros e potenciais colaboradores têm da empresa. Assim, a presença de uma recepcionista habilidosa traz…
  • Modelo de Currículo Simples para Auxiliar de Escritório
    Se você concluiu o curso de Auxiliar de Escritório pela Prime Cursos do Brasil e está em busca da sua primeira oportunidade na área administrativa, temos uma excelente notícia para você! Desenvolvemos um modelo de currículo simples especialmente para quem já possui o certificado do curso, abrangendo todas as habilidades e conhecimentos adquiridos. Este modelo…
  • Guia: como gerenciar tarefas simultâneas como recepcionista
    Gerenciar tarefas simultâneas pode ser um grande desafio para recepcionistas. Com diversas demandas e responsabilidades, é fácil se sentir sobrecarregado e perder o controle das atividades diárias. No entanto, com algumas estratégias de gerenciamento de tempo e organização, é possível manter-se produtivo e eficiente, mesmo em situações de alta pressão. Uma das principais dicas para…
  • Dicas para entrevistas de emprego para recepcionistas: como se destacar na seleção
    As entrevistas de emprego pode causar muita ansiedade para várias pessoas, especialmente para aqueles que estão procurando emprego na área de recepcionista. No entanto, com algumas dicas úteis, os candidatos podem se preparar adequadamente para a entrevista e aumentar suas chances de sucesso. A primeira dica importante é pesquisar sobre a empresa e a posição…
  • 10 Qualidades Indispensáveis para uma recepcionista profissional
    A recepcionista é o cargo que está a frente da empresa, sendo o primeiro contato do publico com o estabelecimento. E para desempenhar suas tarefas diárias é necessário algumas qualidades essenciais. Esta posição, por natureza, exige uma abordagem equilibrada entre habilidades pessoais e profissionais, pois o recepcionista precisa gerenciar tanto as expectativas dos visitantes quanto…
  • Onde uma recepcionista pode trabalhar? Descubra as opções de carreira para recepcionistas
    Uma recepcionista é uma profissional que trabalha na recepção de uma empresa, organização ou instituição para receber visitantes e clientes. Ela é a primeira pessoa que um visitante encontra ao chegar ao local e é responsável por fornecer informações sobre os serviços ou produtos oferecidos. Além disso, ela também pode ser encarregada de tarefas administrativas,…
  • Quais as funções de uma recepcionista? Conheça a profissão
    O papel do recepcionista é fundamental em qualquer empresa, seja ela pequena ou grande. Ele é responsável por ser o primeiro contato do cliente com a empresa e, por isso, deve ser capaz de transmitir uma imagem positiva e acolhedora. Mas quais são exatamente as funções do recepcionista? Em geral, o recepcionista é responsável por…
  • Como é o trabalho de uma recepcionista: responsabilidades e habilidades necessárias
    A rotina de uma recepcionista pode variar de acordo com o local que ele atua, mas geralmente suas tarefas de rotina estão sempre conectadas a funções administrativas e de organização. O trabalho de uma recepcionista é recepcionar e atender os clientes e visitantes, fornecendo informações, direcionando-os para a pessoa ou departamento correto e, em geral,…
  • Quantas horas tem a jornada de trabalho de uma recepcionista?
    A jornada de trabalho de um recepcionista é um aspecto fundamental que define tanto a dinâmica de seu cotidiano profissional quanto a qualidade de sua vida pessoal. Em diversas indústrias, a carga horária desses profissionais pode variar significativamente, influenciada por fatores como legislação trabalhista, demandas diárias e políticas internas das empresas. Neste texto, exploraremos detalhadamente…
  • Quanto ganha uma recepcionista: Salário médio e fatores que influenciam
    Uma das perguntas mais comuns que as pessoas fazem quando consideram entrar na profissão de recepcionista é “Quanto ganha uma recepcionista?” É uma pergunta importante, já que o salário é um fator chave na decisão de escolher uma profissão. A resposta para essa pergunta depende de vários fatores, como localização, experiência e habilidades específicas. De…
  • O que é necessário para ser recepcionista: qualificações e requisitos
    Para ser um recepcionista de sucesso, é necessário ter diversos requisitos e características. Além de ser capaz de lidar com pessoas e ter uma boa comunicação, é importante ter organização, capacidade de multitarefa e conhecimento em informática. O recepcionista é a primeira pessoa que os clientes ou visitantes encontram quando chegam a uma empresa ou…
  • O que é e como funciona o código Q?
    O Código Q é um conjunto padronizado de três letras que é usado para fazer perguntas pré-definidas em comunicações de rádio. Ele pode ser utilizado por porteiros, vigilantes e controladores de acesso para a comunicação dentro das dependências do local de trabalho. Ele também é amplamente utilizado por militares, polícia, serviços de emergência, aviação e…
  • Como funciona uma jornada de trabalho de 12×36: regras e direitos
    Uma jornada de trabalho de 12×36 é um modelo de trabalho que permite ao colaborador trabalhar por 12 horas seguidas e descansar nas próximas 36 horas. Essa jornada é comum em setores que necessitam de operação contínua, como saúde e segurança. Nesse modelo de trabalho, o colaborador trabalha por 12 horas seguidas, com um intervalo…

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.