10 Passos Inteligentes para a Boa Gestão de Riscos

gestão de risco

A gestão de riscos é um processo importante dentro das empresas, já que é ela quem evita prejuízos em todos os setores da organização. Deixar de implementar esse tipo de gestão pode ser uma ameaça para o sucesso da empresa e todos os processos que acontecem dentro dela. Mas você sabe qual a melhor forma de implementar uma boa gestão de riscos?

Manter as atividades internas controladas não é o suficiente quando o assunto é manter uma estratégia que evite acontecimentos de riscos, já que muitos deles acabam sendo imprevisíveis e fugindo do nosso controle.

Com a gestão, no entanto, é possível fazer um levantamento de dados desses riscos antes que aconteçam, a fim de que a empresa possa evitar alguns prejuízos ou então amenizá-los, e manter a organização em bom funcionamento.

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

Confira a seguir quais são os 10 passos inteligentes para a boa gestão de riscos!

10 Passos Inteligentes para a Boa Gestão de Riscos

1- Faça a gestão de riscos de maneira proativa

Lidar com os riscos é algo que pode ser feito de duas formas diferentes dentro das empresas: ser pego de surpresa e ter que reagir às pressas diante de um imprevisto ou antecipar-se aos riscos que podem surgir, por meio de medidas que reduzem as chances desses problemas afetarem as empresas.

antecipar os riscos é uma das melhores formas de lidar com esse tipo de problema
antecipar os riscos é uma das melhores formas de lidar com esse tipo de problema

A segunda forma é o que chamamos de Gestão de Riscos, onde que você prevê problemas e cria estratégias para evitar que ele aconteça.

Uma maneira de dar o primeiro passo para implementar essa gestão na sua empresa é:

  • anotar os eventos que aconteceram nos últimos anos que prejudicaram as atividades ou reputação da empresa;
  • definir objetivos e vantagens de começar a praticar a gestão de riscos na empresa;
  • definir os prós e contras de não ter se preparado para evitar esses eventos.

2- Aprenda mais sobre a gestão de riscos

Antes de começar a colocar a gestão em prática, é importante que você estude mais sobre ela e conheça todos os seus aspectos, conceitos e melhores técnicas.

Para isso é possível conhecer outras empresas que tenham passado por esse processo, participar de palestras e eventos sobre o assunto ou até mesmo fazer um curso voltado para esse tipo de gestão.

3- Defina responsabilidades e papéis

Uma das formas mais inteligentes de fazer a boa gestão de riscos é estabelecer quais são as responsabilidades de cada profissional na empresa, de modo que todos entendam o seu papel no gerenciamento de riscos dentro da organização.

As responsabilidades de diretores, por exemplo, é prestar conta sobre os objetivos da empresa, definir os melhores processos para gerenciar os possíveis riscos e definir estratégias para alcançar os objetivos e metas da organização.

4- Estabeleça a política de gestão de riscos

A política de gestão de riscos é a estratégia que orienta como a organização deve lidar com qualquer tipo de risco que ocorra.

Seguindo essa ideia, a política deve ser clara quanto a responsabilidade dessa gestão, quais medidas devem ser tomadas e quais recursos podem e devem ser usados em determinadas situações.

Junto a isso, também é papel da política abordar a maneira correta de tratar os conflitos de interesses e qual a forma de medir o desempenho da gestão dentro da empresa.

5- Defina o processo da gestão de riscos

Outro passo bastante inteligente para a boa gestão de riscos é definir o seu processo, que nada mais é do que o conjunto de atividades destinadas a lidar com eventos que poderiam afetar a organização de alguma maneira.

As etapas desse processo normalmente são:

  • identificar os riscos;
  • fazer a análise de cada um deles;
  • avaliar e priorizar cada risco;
  • responder aos riscos mais significativos;
  • monitorar o desempenho da gestão dentro da empresa.

6- Identifique os riscos-chave da empresa

Os riscos-chaves são os principais riscos que podem afetar de forma significante a empresa, seja em questões de segurança ou de imagem. Para identificá-los você deve pensar de uma maneira ampla e ser capaz de examinar os eventos que podem e afetam os objetivos da organização.

Vale lembrar que esses eventos podem acontecer tanto internamente, como externamente, e você deve criar uma lista que abrange todos os riscos, incluindo aqueles que podem se desenvolver no ambiente e local de trabalho.

7- Fazer o monitoramento dos riscos-chave

Não basta apenas identificar esses riscos, você também deve monitorá-los por meio de planos estratégicos que visam evitar que eles aconteçam, ou amenizar seus efeitos dentro da organização.

é importante deixar uma equipe responsável por monitorar os riscos-chave
é importante deixar uma equipe responsável por monitorar os riscos-chave

Uma dica é deixar pessoas responsáveis por monitorar cada um dos riscos-chave, a fim de que eles possam ser acompanhados de perto.

8- Tenha uma comunicação com as partes interessadas

Todas as partes interessadas são aquelas que querem saber, precisam saber e devem saber sobre a gestão de risco, e sua empresa deve manter um canal de comunicação para levar essa gestão a essas pessoas de forma clara e eficiente.

9- Incorpore a gestão aos processos organizacionais

Gerenciar riscos deve ser uma parte importante dos processos internos da empresa, incluindo também as tomadas de decisões mais estratégicas.

Uma maneira simples de fazer a gestão e incorporá-la nos processos é capacitar os gestores e fazer com que a diretoria apoie o processo, a fim de que os princípios e diretrizes sejam aplicados com maior facilidade.

10- Avalie e aprimore a gestão

Outro passo inteligente quando o assunto é a gestão de riscos é avaliar a aprimorá-la sempre que necessário e de forma constante.

Nisso, envolve-se a análise da política implementada e se ela está sendo seguida pelos colaboradores, além de verificar se os processos estão em acordância às necessidades e objetivos da empresa.

Algumas dicas que podem ajudar nesse processo são:

  • definir métricas e indicadores de monitoramento;
  • realizar avaliações periódicas do gerenciamento;
  • definir processos de acompanhamento e análise da gestão;
  • manter a diretoria informada sobre os resultados das avaliações.

Depois de ver quais são os 10 passos inteligentes para a boa gestão de riscos, não deixe de implementá-la em sua empresa e conquistar todos os benefícios que ela oferece às organizações. Assim, fica mais fácil lidar com os possíveis riscos que colocam a reputação da sua empresa e a credibilidade em risco.

Curso à Norma ISO 9001:2015 Online Grátis

Para uma empresa obter a certificação da ISO ela deve cumprir certos requisitos, de modo que as várias fases sejam cumpridas de forma adequada. Através do ISO 9001, uma empresa aplica nos seus processos padrões para o seu sistema de gestão e qualidade, e você agora pode fazer o curso de ISO 9001 100% Grátis!

https://youtu.be/tgRzJUH-xms

Na versão atual e que será ministrada neste curso de introdução, a 9001:2015, trouxe mudanças estruturais na forma de como encarar um sistema de gestão, ou seja, não se trata mais da elaboração de documentos, mas sim de uma mudança de postura no todo.

Não perca tempo e atualize seu Currículo, aumentando suas chances para conquistar um bom emprego ou de alavancar sua carreira com esse Curso Gratuito de ISO 9001!

Cursos Gratuitos com Certificado da Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.