|

O que é burnout e como evitá-lo

Talvez você ainda não saiba o que é burnout, mas provavelmente já deve ter passado por quase isso. Sabe aquele famoso estresse e cansaço excessivo causado pelo trabalho? Sim, esse estresse e desânimo podem se tornar o burnout, que é a síndrome do esgotamento profissional.

De acordo com pesquisas realizadas pela ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil), que avaliou mil pessoas de 20 a 60 anos entre 2013 e 2014, a síndrome atinge 30% dos profissionais brasileiros.

É como se o profissional chegasse ao seu limite no trabalho, fazendo com que o cansaço excessivo se transforme em falta absoluta de energia. A pessoa simplesmente liga o piloto automático, e não tem mais motivação ou inspiração para trabalhar, apenas irritação, desânimo, e falta de concentração, sintomas da síndrome de burnout.

O termo “burnout“, do inglês to burn out, tem como significado algo como “queimar por completo”, e foi assim denominado pelo psicanalista nova-iorquino Herbert Freudenberger, após constatá-lo em si mesmo em 1974.

“É quando a casa cai”, resume o psiquiatra e clínico-geral Cyro Masci, autor do livro digital Bioestresse: Novos Caminhos para o Equilíbrio e a Saúde (Amazon).

Também chamada de Síndrome do Esgotamento Profissional, pode ser desenvolvida por diversos motivos, entre eles, o desejo de ser o melhor naquilo que faz, ou quando o profissional mede a autoestima pela capacidade de realização e sucesso. O problema também pode aparecer quando o profissional não se sente reconhecido, ou após um período de esforço excessivo no trabalho, sem pausas para recuperação.

Sintomas da síndrome de burnout

Além de cansaço e desânimo constante, as pessoas com a síndrome também apresentam:

Alterações de humor
Distúrbios do sono;
Dores musculares e de cabeça;
Isolamento;
Agressividade;
Depressão;
Dificuldade de concentração;
Pessimismo;
Autoestima;
Falta de apetite.

Profissões mais afetadas

O burnout pode afetar qualquer profissão, porém de acordo com estudos, as categorias mais afetadas são as que lidam com pessoas e se expõe ao sofrimento humano. Além disso, grandes candidatos a desenvolver a síndrome são os famosos workaholics, aqueles que são viciados em trabalho, geralmente muito exigentes e perfeccionistas. Veja as áreas mais afetadas:

Profissionais da saúde em geral, principalmente, médicos e enfermeiros;
Bombeiros;
Psicólogos;
Jornalistas;
Advogados;
Professores;
Policiais;
Carcereiros;
Oficiais de Justiça;
Assistentes sociais;
Atendentes de telemarketing;
Bancários;
Executivos.

Nos Estados Unidos, um a cada cinco trabalhadores engajados têm risco de burnout, de acordo com uma pesquisa recente. Para ajudar, o The New York Times listou três coisas que você pode fazer para se sentir menos cansado. Porém, se você está se sentindo muito deprimido, esgotado e estressado, e se sente assim por mais de duas semanas, é recomendado que você busque ajuda profissional.

Faça um pouco de cada vez

Não se sobrecarregue com tanto trabalho, nem prometa cumprir tarefas em prazos que você sabe que é impossível. Faça no seu tempo, com calma, no SEU ritmo. Não acelere as coisas e não se pressione. Faça pequenas tarefas por dia, com qualidade, e sem procrastinar. Finalize aos poucos, dividindo o que está na lista de tarefas. De acordo com estudos, estabelecer e alcançar pequenos objetivos por dia pode aumentar os níveis de dopamina no cérebro.

Tire um tempo para você

O seu trabalho é muito importante, mas não mais do que você e sua saúde. Você deve se colocar como prioridade, e se está se sentindo deprimido e cansado, faça pausas e tente fazer coisas que te façam feliz. Vá deitar mais cedo e tenha uma noite completa de sono. Com certeza no dia seguinte você se sentirá mais relaxado. Parece uma dica simples e óbvia, mas muitas pessoas acabam se esquecendo da importância do sono. Se puder, tire a tarde para descansar. Ou então, jante no seu restaurante preferido, saia para passear e tomar um sorvete. Não importa o que, apenas escolha algo que te faz feliz. É muito importante que você faça pequenas pausas para se recuperar e se sentir melhor.

Converse com alguém

Sabia que o simples ato de conversar e interagir com outras pessoas pode ajudar a diminuir o problema? É o que a pesquisadora especializada em burnout, Christina Maslach, afirmou ao New York Times. “Descobrimos que a saúde e bem-estar de uma pessoa são muito melhores se ela está conectada a outras pessoas”, afirma. “Essa rede social, de que um apoia o outro, é como dinheiro no banco, é um recurso muito precioso”.

Tratamento

Especialistas recomendam que, além de buscar ajuda profissional, você analise sua rotina de trabalho para melhorar a qualidade de vida, tentando incluir a prática de atividade física regular, alimentação saudável, exercícios de relaxamento, manutenção de hobbies e contato maior com amigos e familiares.

Bom, e para finalizar, lembre-se de que estresse e cansaço são coisas normais da rotina de trabalho, mas se isso não passar, ou piorar, você deve buscar ajuda profissional.

Veja abaixo um vídeo interessante que explica um pouco mais sobre a Síndrome de Burnout:

Esperamos que as dicas possam ajudar, e qualquer dúvida, deixe o seu comentário!

Prime Cursos

 


Stories

Posts Recentes

  • Como a função do síndico profissional transforma seu condomínio?
    Um síndico profissional é um gestor especializado responsável pela administração de condomínios, seja residencial ou comercial. Diferentemente de um síndico residente, que geralmente é um morador eleito para administrar o condomínio de forma temporária e muitas vezes sem remuneração, o síndico profissional é contratado especificamente para essa função e é remunerado pelo seu trabalho. A…
  • Descubra Qual o Salário de um Síndico Profissional no Brasil
    Um síndico profissional é uma pessoa contratada para gerenciar e administrar um condomínio. Ele é responsável por garantir que o prédio esteja em boas condições, que os moradores estejam satisfeitos e que as finanças do condomínio estejam em ordem. Mas qual é o salário de um síndico profissional? De acordo com o site Salario.com.br, o…
  • Quais as vantagens de possuir uma recepcionista em sua empresa?
    Por muito tempo o papel principal da recepcionista dentro das empresas se restringia a atender o telefone e recepcionar os clientes. Hoje, esse profissional evoluiu para se tornar um elemento chave na criação de uma boa primeira impressão que clientes, parceiros e potenciais colaboradores têm da empresa. Assim, a presença de uma recepcionista habilidosa traz…
  • Modelo de Currículo Simples para Auxiliar de Escritório
    Se você concluiu o curso de Auxiliar de Escritório pela Prime Cursos do Brasil e está em busca da sua primeira oportunidade na área administrativa, temos uma excelente notícia para você! Desenvolvemos um modelo de currículo simples especialmente para quem já possui o certificado do curso, abrangendo todas as habilidades e conhecimentos adquiridos. Este modelo…
  • Guia: como gerenciar tarefas simultâneas como recepcionista
    Gerenciar tarefas simultâneas pode ser um grande desafio para recepcionistas. Com diversas demandas e responsabilidades, é fácil se sentir sobrecarregado e perder o controle das atividades diárias. No entanto, com algumas estratégias de gerenciamento de tempo e organização, é possível manter-se produtivo e eficiente, mesmo em situações de alta pressão. Uma das principais dicas para…
  • Dicas para entrevistas de emprego para recepcionistas: como se destacar na seleção
    As entrevistas de emprego pode causar muita ansiedade para várias pessoas, especialmente para aqueles que estão procurando emprego na área de recepcionista. No entanto, com algumas dicas úteis, os candidatos podem se preparar adequadamente para a entrevista e aumentar suas chances de sucesso. A primeira dica importante é pesquisar sobre a empresa e a posição…
  • 10 Qualidades Indispensáveis para uma recepcionista profissional
    A recepcionista é o cargo que está a frente da empresa, sendo o primeiro contato do publico com o estabelecimento. E para desempenhar suas tarefas diárias é necessário algumas qualidades essenciais. Esta posição, por natureza, exige uma abordagem equilibrada entre habilidades pessoais e profissionais, pois o recepcionista precisa gerenciar tanto as expectativas dos visitantes quanto…
  • Onde uma recepcionista pode trabalhar? Descubra as opções de carreira para recepcionistas
    Uma recepcionista é uma profissional que trabalha na recepção de uma empresa, organização ou instituição para receber visitantes e clientes. Ela é a primeira pessoa que um visitante encontra ao chegar ao local e é responsável por fornecer informações sobre os serviços ou produtos oferecidos. Além disso, ela também pode ser encarregada de tarefas administrativas,…
  • Quais as funções de uma recepcionista? Conheça a profissão
    O papel do recepcionista é fundamental em qualquer empresa, seja ela pequena ou grande. Ele é responsável por ser o primeiro contato do cliente com a empresa e, por isso, deve ser capaz de transmitir uma imagem positiva e acolhedora. Mas quais são exatamente as funções do recepcionista? Em geral, o recepcionista é responsável por…
  • Como é o trabalho de uma recepcionista: responsabilidades e habilidades necessárias
    A rotina de uma recepcionista pode variar de acordo com o local que ele atua, mas geralmente suas tarefas de rotina estão sempre conectadas a funções administrativas e de organização. O trabalho de uma recepcionista é recepcionar e atender os clientes e visitantes, fornecendo informações, direcionando-os para a pessoa ou departamento correto e, em geral,…
  • Quantas horas tem a jornada de trabalho de uma recepcionista?
    A jornada de trabalho de um recepcionista é um aspecto fundamental que define tanto a dinâmica de seu cotidiano profissional quanto a qualidade de sua vida pessoal. Em diversas indústrias, a carga horária desses profissionais pode variar significativamente, influenciada por fatores como legislação trabalhista, demandas diárias e políticas internas das empresas. Neste texto, exploraremos detalhadamente…
  • Quanto ganha uma recepcionista: Salário médio e fatores que influenciam
    Uma das perguntas mais comuns que as pessoas fazem quando consideram entrar na profissão de recepcionista é “Quanto ganha uma recepcionista?” É uma pergunta importante, já que o salário é um fator chave na decisão de escolher uma profissão. A resposta para essa pergunta depende de vários fatores, como localização, experiência e habilidades específicas. De…
  • O que é necessário para ser recepcionista: qualificações e requisitos
    Para ser um recepcionista de sucesso, é necessário ter diversos requisitos e características. Além de ser capaz de lidar com pessoas e ter uma boa comunicação, é importante ter organização, capacidade de multitarefa e conhecimento em informática. O recepcionista é a primeira pessoa que os clientes ou visitantes encontram quando chegam a uma empresa ou…
  • O que é e como funciona o código Q?
    O Código Q é um conjunto padronizado de três letras que é usado para fazer perguntas pré-definidas em comunicações de rádio. Ele pode ser utilizado por porteiros, vigilantes e controladores de acesso para a comunicação dentro das dependências do local de trabalho. Ele também é amplamente utilizado por militares, polícia, serviços de emergência, aviação e…
  • Como funciona uma jornada de trabalho de 12×36: regras e direitos
    Uma jornada de trabalho de 12×36 é um modelo de trabalho que permite ao colaborador trabalhar por 12 horas seguidas e descansar nas próximas 36 horas. Essa jornada é comum em setores que necessitam de operação contínua, como saúde e segurança. Nesse modelo de trabalho, o colaborador trabalha por 12 horas seguidas, com um intervalo…

Posts Similares

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.